Crônicas da Cidade

SER JARDINEIRA

O roseiral em frente da velha casa de madeira no meio do nada era enorme. As rosas desabrochavam nas mais diversas variedades e cores e…

Compartilhe:



SÓ OTIMISMO

Perdi agora a metade de minh’alma, Por onde anda a outra metade? E comigo ficou alojada a pior metade, Da dor e da solidão! Por…

Compartilhe:




AQUELE GAROTO DE ONTEM…

Ela estava de carro, ultrapassando outro, adequadamente, em lugar lícito, quando um garoto de motocicleta, sem capacete e na contramão quase atropela o carro dela….

Compartilhe:

ADOLESCENTE

Quando os cabelos ficarem alvos querendo chegar perto da cor do algodão maduro, em tempo de colheita, talvez seja o momento de refletir sobre as…

Compartilhe: