Parceria da Cohapar agiliza conclusão de obras em escolas de todo o Estado

A experiência técnica dos profissionais da Cohapar na fiscalização de obras tem feito a diferença nos projetos de construção e reformas de escolas da rede estadual de ensino em todo o Paraná. Desde 2019, o trabalho dos engenheiros e técnicos envolvidos resultou na entrega de 158 reformas e melhorias e, também, na construção de novas unidades em todas as regiões.

O sucesso da participação da companhia nos projetos, sob a coordenação do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), continua avançando. No momento, 146 unidades escolares ainda estão com obras em andamento sob a supervisão dos colaboradores da Cohapar e a perspectiva, segundo o presidente da Fundepar, Alessandro Oliveira, é de um volume ainda maior de contratações neste ano.

“A Cohapar tem excelência em fiscalização e acompanhamento de obras e isso dá à Fundepar a garantia de que os projetos estão sendo bem executados, de acordo com todas as normas e legislações vigentes”, destaca Oliveira. “Essa parceria vem desde 2019, e uma demanda maior em 2021 devemos ampliar as parcerias”, completa o presidente do instituto.

RETOMADA DAS AULAS

As melhorias feitas nas escolas existentes e a construção de novas unidades vão auxiliar no retorno das aulas presenciais, garante Oliveira. “Apesar da pandemia, nós mantivemos todas as obras funcionando e nos preparamos para essa retomada com todos os cuidados de saúde, de acordo com orientações da Secretaria da Saúde”, informa o presidente da Fundepar.

Para o presidente da Companhia da Habitação do Paraná, Jorge Lange, o resultado do trabalho realizado demonstra o sucesso do modelo de gestão implementado no Paraná, que estimula o trabalho integrado entre os órgãos estaduais.

“A Cohapar tem 12 escritórios regionais, com alcance nos 399 municípios do Estado, e nós estamos usando o quadro de engenheiros e técnicos para participar das obras que o Governo do Estado vem implantando nesta gestão”, explica Lange. “Nesse momento de pandemia é ainda mais importante que as escolas estejam preparadas e mais estruturadas para receber os alunos com segurança em todo o Paraná”.

COMO FUNCIONA

O desenvolvimento das atividades de fiscalização tem prazo máximo de 23 meses. Durante este período, os fiscais indicados por meio de portarias da Fundepar devem visitar os colégios designados, avaliar os serviços executados, fazer as medições programadas, notificar as empresas quando necessário, emitir relatórios periódicos e verificar as condições de trabalho.

INVESTIMENTOS

Desde o início da parceria entre os órgãos estaduais, as ações já envolveram obras em 244 municípios paranaenses. São reformas de salas de aula e administrativas, quadras esportivas e até mesmo a instalação de novas unidades escolares, tanto na área urbana quanto no meio rural.

Os projetos somam R$ 65,5 milhões, o que tem promovido a melhoria das condições dos estudantes, professores e demais trabalhadores da educação que se preparam para retomar gradativamente as rotinas das aulas presenciais após quase um ano de ensino remoto.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse