Mulher de 22 anos é presa com várias porções de cocaína e maconha, além de dinheiro proveniente do tráfico

No início da noite desta última sexta-feira (26), por volta das 18h10, conforme “Operação Vida”, policiais militares realizavam patrulhamento pela Rua Pelicano, Zona 06 de Cianorte, quando avistaram um cidadão que, percebendo a presença policial, demonstrou certo nervosismo, despertando certa suspeição.

Ainda, foi visualizado um veículo VW/Gol de cor azul, estacionado próximo do indivíduo, com uma mulher em seu interior, cujo casal, com a aproximação da equipe, foi reconhecido por terem sido detidos há cerca de um mês em situação de tráfico de drogas.

Dessa forma, foi procedida a abordagem policial e, identificado o casal, sendo o homem de 22 anos e sua convivente (17 anos), com os quais nada de irregular foi encontrado.

No entanto, no momento da ação policial, uma mulher de 22 anos se apresentou como proprietária da residência e irmã da adolescente, tendo sido informada a respeito dos motivos que geraram a abordagem, ou seja, pelas atitudes do casal, momento em que subitamente alterou seu estado emocional, ficando vermelha, trêmula e justificando demasiadamente que em sua casa não havia nada de ilícito, que para tanto permitia a entrada dos policiais para qualquer tipo de vistoria.

Desse modo, após autorização, foi dado início as buscas. De imediato, foi localizada 01 porção de substância análoga à maconha, junto de 01 porção de farelos da mesma droga, que pesaram cerca de 02g (dois gramas). Em um dos quartos, em uma prateleira do guarda-roupas, foi encontrada uma porção de cocaína e uma nota de R$ 50,00 (cinquenta reais).

Neste momento, a dona da casa, que acompanhava de perto e a todo instante as buscas, tentou se distanciar dos policiais levando a mão no bolso de um roupão que usava, sendo interpelada por sua atitude. Ela justificou que estava pegando seu celular, porém, foi percebido que além do aparelho, havia no bolso diversas outras porções de cocaína, na mesma condição das achadas anteriormente, totalizando assim 29 (vinte e nove) porções.

Em continuidade, foi também encontrado, no interior do congelador, 01 porção maior de maconha, pesando cerca de 38g (trinta e oito gramas), que junto da primeira porção, totalizou 40g (quarenta gramas).

Ainda, no quarto do casal, dentro do guarda-roupas, foram encontradas 02 munições intactas, sendo uma de calibre .38 e outra .32 e, sob o guarda-roupas, foi apreendido um rádio comunicador portátil, do tipo HT, com base de carregamento, sintonizado na frequência usada pela Unidade Policial Militar de Cianorte.

Ao final das buscas, foi encontrada, no interior de um vaso de flor na cozinha, outra porção de cocaína e mais R$ 114,00 (cento e quatorze reais), que a proprietária da casa informou ser fruto de seu trabalho.

Por fim, foram encerradas as diligências e a mulher de 22 anos foi encaminhada, juntamente com todo o material apreendido, para os procedimentos pertinentes.

TROCA DE TIROS

Nesta última sexta-feira (26), por volta das 20h40, a Central de Operações recebeu uma ligação de uma empresa de monitoramento, na qual a atendente relatou que na subestação da Copel, localizada na Estrada Pão de Açúcar, o vigia de 49 anos estaria pedindo por ajuda e que teria pessoas armadas no local tentando rendê-lo.

Diante de tal situação, os policiais militares foram informados e compareceram no local.

Feito contato com a vítima, esta relatou que estava em seu turno de serviço e quando realizava a ronda no local visualizou três indivíduos vindo em sua direção. Um deles pediu para que a vítima parasse, mas ele correu, momento em que um dos envolvidos efetuou 3 (três) disparos de arma de fogo. O vigia então para tentar cessar a ameaça realizou um disparo com seu revólver e eles se evadiram do local.

Diante do exposto, os policiais realizaram patrulhamento nas imediações, porém, até o momento não foram localizados.

Fonte: Noti-cia.com com Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse