Polícia faz novo bate grade e presos se revoltam em Cianorte

pm-cap claudio01A polícia fez um novo bate grade na cadeia de Cianorte e apreendeu diversos objetos na tarde de ontem. A ação no final da tarde mobilizou aproximadamente 45 policiais entre civis e militares de Cianorte, Maringá, Cruzeiro do Oeste e Campo Mourão. O motivo do bate grade seria para identificar supostos buracos nas celas que os presos estariam fazendo para fugir, já que houve a fuga de dois detentos no último final de semana. “Recebemos a informação da Polícia Civil que haveria uma fuga em massa na noite de ontem por um buraco que os presos estariam cavando”, comentou o capitão da PM, Cláudio Silva (foto). “Montamos uma operação relâmpago, vistoriamos o local e não encontramos nenhum buraco para fuga”.

Os presos não aceitaram a vistoria se manifestando durante e depois da ação policial com gritos de exaltação ao crime organizado e de enfrentamento aos policiais. Foi preciso usar granadas de efeito moral e para conter o princípio de tumulto. A operação apreendeu sete aparelhos de telefone celular, carregadores de telefone, uma faca, serras, estoques, entre outros.

MISTÉRIO – Esse foi o segundo bate grade em pouco mais de um mês na cadeia cianortense. O anterior foi no dia 13 de março e também rendeu a apreensão de diversos objetos.  O capitão Cláudio Silva comenta que não faz ideia como os presos conseguem os telefones e objetos logo após a realização de um bate grade. Entre as opções consideradas estão que populares jogam por cima dos muros de fora para dentro do prédio da delegacia ou recebem durante as visitas de familiares. E que seria preciso uma apuração para identificar melhor e evitar essas possibilidades. Saiba mais sobre o bate grade de março.

Texto: Andye Iore.

Compartilhe: