Tropa da PM que atuará na Operação Verão Maior 2019/2020 passa por nivelamento na APMG

Os policiais militares que atuarão pela Operação Verão 2019/2020 estão na Academia Policial Militar do Guatupê (APMG) para nivelar práticas e procedimentos do serviço operacional e administrativo da Operação Verão 2019/2020. O treinamento iniciou-se nesta segunda-feira (16/12) e vai até quarta-feira (18/12). Durante os três dias a tropa passará por palestras, aulas práticas e teóricas para padronizar ações que serão desenvolvidas no Litoral durante a temporada, que se inicia no próximo sábado (21/12) e segue até o dia 1º de março de 2020.

Todos os integrantes da tropa de reforço da Operação Verão são voluntários oriundos de unidades de área e de Batalhões especializados da Capital, Região Metropolitana e do Interior. O nivelamento é coordenado pelo 6°Comando Regional da PM (6° CRPM), responsável pelas atividades na Costa Leste.

“Nesse momento, a gente faz um nivelamento com todos os policiais com relação ao trato com o público, relações públicas, técnicas policiais militares e é feita toda uma readequação e um incentivo aos policiais militares para que possam atender a população da melhor maneira possível”, explicou o Chefe do Estado Maior do 6º CRPM, tenente-coronel Sérgio Augusto Ramos.

Ao longo dos três dias, os profissionais recebem reforço e aperfeiçoamento nas técnicas de policiamento em grandes eventos, primeiros socorros, técnicas de abordagem, comunicação social, procedimentos gerais, acionamento e emprego de apoio aéreo, manuseio do sistema de comunicação digital, registro de ocorrências no sistema interno da corporação, relações humanas, inserção de dados e confecção via sistema do Termo Circunstanciado de Infração Penal (TCIP), dentre outros temas peculiares a atividade de segurança pública no Litoral.

TECNOLOGIA

Além do reforço com efetivo, a PM contará com a tecnologia para prestar um melhor serviço no Litoral. As viaturas empregadas na Operação Verão terão tecnologia embarcada e smartphones com acesso direto ao Centro de Operações Policiais Militares (COPOM) para que a comunicação seja mais ágil.

Fonte: Marcia Santos – Assessoria de Comunicação da Polícia Militar do Paraná

Compartilhe: