Três em cada quatro municípios vacinam a faixa dos 40 anos; 67 já venceram essa barreira

Três em cada quatro cidades paranaenses já estão vacinando a população da faixa dos 40 anos contra a Covid-19. Dos 399 municípios do Estado, em 305 (76%) o cronograma de imunização atende essa faixa etária, dentro do previsto no calendário de vacinação da Secretaria de Estado da Saúde, que calcula que as pessoas com idade até 40 anos recebam pelo menos a primeira dose ou a dose única até 18 de julho, e o restante da população adulta até o final de setembro.

Em outras 67 cidades há um avanço na fila de vacinação, já atingindo a população abaixo dessa faixa etária, incluindo duas cidades que já atendem a faixa dos 20 anos e outras duas que chegaram à vacinação das pessoas com 18 anos. Apenas 27 municípios aplicam a vacina, atualmente, nas pessoas com 50 anos ou mais, de acordo com os dados levantados pela Secretaria da Saúde, com base nas informações fornecidas pelas 22 Regionais de Saúde.

Até a tarde desta terça-feira (06/07), 4.598.674 paranaenses tinham recebido a primeira dose dos imunizantes, o que equivale a 53,5% da população adulta vacinável, incluída no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde. Entre os que já completaram o esquema vacinal, ao receberem as duas doses ou a dose única, estão 1.422.045 paranaenses, 16,3% do público que será atendido na campanha.

“Com exceção de casos excepcionais, de cidades em que boa parte da população foi atendida dentro dos grupos prioritários, o que contribuiu para baixar a faixa etária da população atendida, há uma uniformização na aplicação dos imunizantes, com a maioria dos municípios vacinando a mesma faixa etária”, explica o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Levando em conta esse levantamento e os quantitativos recebidos pelo Paraná do Ministério da Saúde, a tendência é manter ritmo previsto no calendário de vacinação. “Temos cada vez mais paranaenses imunizados e estamos conseguindo manter uma boa velocidade, com a vacinação ocorrendo de domingo a domingo. Nesse ritmo, toda a população adulta receberá pelo menos a primeira dose até setembro, como é o previsto. Fizemos um ajuste de cálculo recentemente e a tendência é de uniformizar ainda mais a imunização nos próximos meses”, afirma Beto Preto.

Somente na semana passada, o Paraná recebeu 909 mil doses de imunizantes do Ministério da Saúde, que já estão sendo enviadas às Regionais de Saúde. Com o processo mais acelerado de distribuição e estratégias para estender o horário de atendimento do público, o Estado bateu recorde de aplicações em junho, com quase 1,8 milhão de doses aplicadas.

De todas as vacinas já administradas no Estado, mais de 1 milhão foram aplicadas nos fins de semana, dentro da campanha Vacina Paraná de Domingo a Domingo.

RESULTADO

Guaraqueçaba, no Litoral do Estado, é um dos municípios em que a campanha de vacinação está mais adiantada, com 89% da população adulta já vacinada com ao menos uma dose. Isso ocorreu porque grande parte dos moradores do município é ribeirinha, grupo incluído entre os prioritários previstos no Plano Nacional e no Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19.

Formada por 26 ilhas e 19 comunidades rurais, muitas delas de difícil acesso, dependendo inclusive do nível das marés, a cidade precisou contar com um plano logístico para atender esse público. Isso incluiu o uso de 11 veículos terrestres, seis embarcações e o suporte de um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

A estratégia já trouxe resultados: desde 29 de maio não há mais contaminações no município e o último óbito por Covid-19 ocorreu em 12 de junho. O número de casos novos passaram de 144 em maio para 49 em junho, sem nenhuma confirmação em julho, apenas nove casos ativos desde o mês passado.

Além de Guaraqueçaba, Santa Cecília do Pavão, na Região Norte, também já iniciou a vacinação das pessoas com 18 anos de idade. Outras duas cidades do Litoral, Paranaguá e Antonina, estão vacinando a faixa dos 20 anos.

Os mais populosos estão na faixa dos 40: Curitiba, Londrina, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Guarapuava e Colombo. Apenas Cascavel, Maringá e Paranaguá adentraram faixas inferiores.

Confira o balanço completo da Secretaria de Saúde AQUI. Os dados foram consultados nesta terça-feira (6).

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Banner Edplants, Acesse