TRATAMENTO PARA CORREÇAO DO SORRISO GENGIVAL

Para a construção da estética facial e para que o sorriso se torne agradável é necessário que haja harmonia entre lábios, dentes e gengiva. Nesse contexto, a gengivoplastia é um procedimento estético em que se retira o excesso de gengiva para aumentar a coroa dos dentes e deixar o sorriso mais perfeito.

Podemos dizer que um sorriso é considerado estético quando apresenta harmonia entre lábios, gengiva, forma, cor e disposição dos elementos dentários. Na Periodontia, técnicas cirúrgicas podem ser empregadas como alternativas para este tipo de terapia, pois um sorriso agradável é parte importante na composição do aspecto geral do paciente.

O equilíbrio da relação dento-gengival é fator de elevada importância na constituição de um sorriso estético e pode estar relacionado com a extensão do tecido gengival exposto. Pesquisas apontam que 10% da população entre 20 e 30 anos apresentam exposição excessiva de gengiva. Essa condição é mais prevalente em mulheres (até 30%) e tende a regredir gradualmente com a idade, como consequência do aparecimento de flacidez nos lábios superiores e inferiores, que leva a uma diminuição da exposição dos incisivos superiores e um aumento da exposição dos incisivos inferiores.

O avanço técnico nos tratamentos estéticos de alto impacto com porcelanas elevou consideravelmente as exigências estéticas para outros procedimentos odontológicos, e um deles é a cirurgia plástica gengival. Os tratamentos com laminados cerâmicos, como as facetas em porcelana e lentes de contato dental, dependem diretamente da arquitetura gengival e labial. A não correção dessas estruturas frequentemente resulta em pacientes frustrados com os resultados desses tratamentos. E, em mulheres, o problema pode ser ainda pior, já que o sorriso gengival alto está presente em quase 30% da população feminina. Uma situação que não pode passar despercebida.

Além de inúmeras técnicas cirúrgicas muco gengival com finalidade estética, a gengivoplastia é um procedimento cirúrgico de remodelamento plástico da gengiva para restabelecer uma forma anatômica e contorno fisiológico adequados, visando facilitar os procedimentos de higiene bucal, bem como a obtenção de uma melhor estética, desde de que não haja presença de doença periodontal.

Antes do exame intra-bucal, é imprescindível realização de uma anamnese do paciente, em um contexto tão subjetivo quanto o estético. Para isso, é valido questionar o que o paciente acha da estética de sua gengiva e o que espera do tratamento. Portanto, para alcançarmos essas metas, a opinião do paciente deve ser respeitada, visto que os conceitos de beleza variam de indivíduo para indivíduo; e o profissional deve entender as expectativas do paciente, e também apresentar a ele o que é possível e quais as ferramentas deverão ser empregadas no tratamento para buscar o melhor resultado de um novo sorriso tão almejado.

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse