Trânsito de Cianorte precisa de mais amizade

transito-especial03Muito se fala em ações e melhorias no trânsito. Mas pouco se fala da responsabilidade dos motoristas nesse aspecto. Prefeitura de Cianorte e Polícia Militar ampliam as ações no trânsito, mas os problemas continuam. É comum ver, principalmente no centro de Cianorte, casos de estacionamento irregular, avanço no sinal fechado, bloquear passagem de pedestres na calçada, desrespeito à faixa de pedestre, entre outras situações que rendem multas e perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). “Falta ser um motorista amigo no trânsito”, opina o secretário de Desenvolvimento, Nelson Magron Junior, responsável pela pasta onde está vinculada a Divisão de Trânsito. Por enquanto. Um dos planejamentos juntamente com a municipalização de trânsito em 2015 está a ampliação da estrutura do setor.

Uma das primeiras medidas será a abertura de concurso público para a contratação de um engenheiro de trânsito e 20 agentes num primeiro momento. Depois a equipe será ampliada conforme as necessidades. A municipalização está bem encaminhada juntamente com o Detran-PR, acompanhada de perto pelo prefeito Claudemir Bongiorno. “O que for possível, vamos fazer para melhorar as vias da cidade”, disse o prefeito.

Enquanto isso, a prefeitura segue com a revitalização com ampliação de vagas de estacionamento, reformas de canteiros, instalação de sinalização, entre outras.

O secretário Nelson Magron Junior acredita que se os motoristas se conscientizassem mais da organização do trânsito, os problemas seriam bem menores. Ou seja, uma parceria nas relações entre pedestres, motoristas e motociclistas, sem um querer levar vantagem sobre o outro.

LEGISLATIVO – Quem também se preocupa com isso são os vereadores. Praticamente em todas as sessões há solicitações para a instalação de quebra-molas ou sinalização em algum bairro da cidade. “A população cobra muito isso de cada vereador. Fazem abaixo-assinado, cobram pessoalmente”, comentou o presidente do Legislativo, Carlos “Dadá”.

Mesmo que um redutor de velocidade não resolva o problema, para quem mora num bairro afastado do centro, acaba sendo uma “satisfação” para o morador e um mal necessário, segundo Carlos “Dadá”.

Somente na sessão da semana passada foram dez procedimentos sobre trânsito na cidade. Sendo instalação de quebra-molas (4), circulação de caminhões (2) e um para pintura de faixas, canteiro central, transporte coletivo e semáforo.

FROTA – Cianorte tem uma media alta de frota, com 51,7 mil veículos, sendo 1,4 habitante para cada veículo.

transito-especial02

 PM criará Pelotão do Trânsito em Cianorte

Quem acompanha o trabalho da Polícia Militar percebeu que as ações nas ruas ficaram mais frequentes pela ampliação do efetivo. Inclusive no trânsito que tem hoje oito policiais em atividades diárias. O que não tinha antes de abril com a implantação da 5ª Companhia Independente da Polícia Militar de Cianorte. “A falta de CNH é um dos principais problemas que verificamos nas blitze que fazemos”, anunciou o major da PM, José da Silva Neto. “E vamos ampliar a fiscalização com a criação do Pelotão de Trânsito”.

BAFÔMETRO – As operações são feitas sem data certa e em regiões diferentes. E serão mais rígidas a partir de 2015. A última operação ocorreu nesse final de semana, durante seis horas entre sábado e ontem (19). Foram abordadas 82 pessoas, vistoriados 29 carros e 18 motos, resultando na apreensão de dois veículos.

O major Silva Neto espera receber mais equipamentos, como bafômetros, e mais policiais para o trânsito. Primeiro haverá uma estruturação do Pelotão de Trânsito, em seguida campanhas de orientação para a população e motoristas – como sobre a Lei Seca – e em seguida fiscalizações mais intensas por toda a cidade. Entre maio e outubro a PM registrou 246 acidentes, com 277 feridos e apenas um óbito.

AÇÕES
• municipalização;
• Pelotão de Trânsito;
• ampliação de estacionamento;
• estacionamento rotativo;
• redutores de velocidade;
• nova sinalização horizontal;
• revitalizar sinalização vertical;
• blitze nos bairros;
• reforma de canteiros;
• engenheiro de trânsito;
• agentes de trânsito;
• campanhas educativas.

FROTA
• 51.721 veículos;
• 25,2 mil carros;
• 10,3 mil motos;
• 4,2 mil caminhonetes;
• 1,6 mil caminhões;
• entre outros.

ACIDENTES
• 246 entre maio e outubro
• 162 carros
• 199 motos
• 277 feridos
• um óbito
* dados Detran / 5a CIAPM

Texto e fotos: Andye Iore

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Trânsito de Cianorte precisa de mais amizade"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Trânsito de Cianorte precisa de mais amizade

transito-especial03Muito se fala em ações e melhorias no trânsito. Mas pouco se fala da responsabilidade dos motoristas nesse aspecto. Prefeitura de Cianorte e Polícia Militar ampliam as ações no trânsito, mas os problemas continuam. É comum ver, principalmente no centro de Cianorte, casos de estacionamento irregular, avanço no sinal fechado, bloquear passagem de pedestres na calçada, desrespeito à faixa de pedestre, entre outras situações que rendem multas e perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). “Falta ser um motorista amigo no trânsito”, opina o secretário de Desenvolvimento, Nelson Magron Junior, responsável pela pasta onde está vinculada a Divisão de Trânsito. Por enquanto. Um dos planejamentos juntamente com a municipalização de trânsito em 2015 está a ampliação da estrutura do setor.

Uma das primeiras medidas será a abertura de concurso público para a contratação de um engenheiro de trânsito e 20 agentes num primeiro momento. Depois a equipe será ampliada conforme as necessidades. A municipalização está bem encaminhada juntamente com o Detran-PR, acompanhada de perto pelo prefeito Claudemir Bongiorno. “O que for possível, vamos fazer para melhorar as vias da cidade”, disse o prefeito.

Enquanto isso, a prefeitura segue com a revitalização com ampliação de vagas de estacionamento, reformas de canteiros, instalação de sinalização, entre outras.

O secretário Nelson Magron Junior acredita que se os motoristas se conscientizassem mais da organização do trânsito, os problemas seriam bem menores. Ou seja, uma parceria nas relações entre pedestres, motoristas e motociclistas, sem um querer levar vantagem sobre o outro.

LEGISLATIVO – Quem também se preocupa com isso são os vereadores. Praticamente em todas as sessões há solicitações para a instalação de quebra-molas ou sinalização em algum bairro da cidade. “A população cobra muito isso de cada vereador. Fazem abaixo-assinado, cobram pessoalmente”, comentou o presidente do Legislativo, Carlos “Dadá”.

Mesmo que um redutor de velocidade não resolva o problema, para quem mora num bairro afastado do centro, acaba sendo uma “satisfação” para o morador e um mal necessário, segundo Carlos “Dadá”.

Somente na sessão da semana passada foram dez procedimentos sobre trânsito na cidade. Sendo instalação de quebra-molas (4), circulação de caminhões (2) e um para pintura de faixas, canteiro central, transporte coletivo e semáforo.

FROTA – Cianorte tem uma media alta de frota, com 51,7 mil veículos, sendo 1,4 habitante para cada veículo.

transito-especial02

 PM criará Pelotão do Trânsito em Cianorte

Quem acompanha o trabalho da Polícia Militar percebeu que as ações nas ruas ficaram mais frequentes pela ampliação do efetivo. Inclusive no trânsito que tem hoje oito policiais em atividades diárias. O que não tinha antes de abril com a implantação da 5ª Companhia Independente da Polícia Militar de Cianorte. “A falta de CNH é um dos principais problemas que verificamos nas blitze que fazemos”, anunciou o major da PM, José da Silva Neto. “E vamos ampliar a fiscalização com a criação do Pelotão de Trânsito”.

BAFÔMETRO – As operações são feitas sem data certa e em regiões diferentes. E serão mais rígidas a partir de 2015. A última operação ocorreu nesse final de semana, durante seis horas entre sábado e ontem (19). Foram abordadas 82 pessoas, vistoriados 29 carros e 18 motos, resultando na apreensão de dois veículos.

O major Silva Neto espera receber mais equipamentos, como bafômetros, e mais policiais para o trânsito. Primeiro haverá uma estruturação do Pelotão de Trânsito, em seguida campanhas de orientação para a população e motoristas – como sobre a Lei Seca – e em seguida fiscalizações mais intensas por toda a cidade. Entre maio e outubro a PM registrou 246 acidentes, com 277 feridos e apenas um óbito.

AÇÕES
• municipalização;
• Pelotão de Trânsito;
• ampliação de estacionamento;
• estacionamento rotativo;
• redutores de velocidade;
• nova sinalização horizontal;
• revitalizar sinalização vertical;
• blitze nos bairros;
• reforma de canteiros;
• engenheiro de trânsito;
• agentes de trânsito;
• campanhas educativas.

FROTA
• 51.721 veículos;
• 25,2 mil carros;
• 10,3 mil motos;
• 4,2 mil caminhonetes;
• 1,6 mil caminhões;
• entre outros.

ACIDENTES
• 246 entre maio e outubro
• 162 carros
• 199 motos
• 277 feridos
• um óbito
* dados Detran / 5a CIAPM

Texto e fotos: Andye Iore

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Trânsito de Cianorte precisa de mais amizade"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*