Suspeitos de integrar quadrilha de roubo a bancos são presos

quadrilha-junho07

Duas pessoas suspeitas de integrar um quadrilha de roubo a bancos foram presas na tarde de ontem (6), por policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). A dupla foi localizada em um Corsa cinza, na Rodovia dos Minérios, entre o município de Rio Branco do Sul e Curitiba.

Os suspeitos tem 28 e 32 anos e estavam se deslocando até a sua residência situada na cidade de Araucária, quando foram abordados pela equipe de investigação do Cope.

Durante buscas pelo veículo, os policiais apreenderam duas pistolas calibres, 40 e 380 e um revólver calibre 38, além de 600 gramas de crack que estava escondido no porta-malas do Corsa. Seguindo diligências até a casa do casal, os investigadores encontraram uma balança de precisão e diversos documentos falsos como identidades, título de eleitor e carteira de trabalho, todos falsificados com a foto de “Borel”.

“Ele chegou a se apresentar a polícia com um documento falso, mas nós já tínhamos o identificado pois ele já era alvo de investigação”, relata o delegado do Cope, Marcelo Magalhães.

De acordo com investigações, a dupla é suspeita de participar de um assalto a uma agência bancária em Itaperuçu, na manhã de segunda-feira (6), quando duas pessoas entraram no local, deram voz de assalto e levaram o valor de R$ 9 mil em dinheiro. O revólver calibre 38 encontrado com os suspeitos era do vigia da agência bancária, que foi levado pelos suspeitos na hora do crime.

Segundo o delegado, normalmente a quadrilha escolhia bancos da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) que não possuíam portas giratórias, a ação dos suspeitos era rápida. “ No roubo a agência bancária em Itaperuçu, dois homens participaram do assalto, sendo um deles conhecido como ‘Borel’.

Magalhães informa ainda que um outro suspeito também é procurado pela polícia. “Agora a Polícia Civil procura por mais um integrante do bando, conhecido com ‘Chico Bento’, 39 anos. As investigações apontam que este homem também participou do assalto no banco de Itaperuçu”, finaliza.

A dupla responderá pelos crimes de roubo, porte de arma de uso restrito, posse de arma de uso permitido, tráfico de drogas e associação ao tráfico. Se condenados poderão pegar uma pena de mais de 30 anos de prisão, ambos permanecem à disposição da Justiça.

Quem tiver mais informações sobre a localização deste suspeito deve entrar em contato com o Cope pelo telefone, 41- 3217-2900, o sigilo é absoluto.

Texto e foto: SESP-PR

Compartilhe: