Série de vídeos comemora Dia Nacional do Turismo Ecológico

Em comemoração ao Dia Nacional do Turismo Ecológico, nesta última segunda-feira (01), a Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest) iniciou a publicação de uma série de vídeos que mostra a modalidade no Paraná. Um vídeo por dia será disponibilizado nas redes sociais durante a semana.

O primeiro fala do conceito do turismo ecológico e da importância do turismo sustentável. Todos os conteúdos podem ser vistos no canal do Facebook da Secretaria Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

O Paraná possui 71 Unidades de Conservação (UC’s) estaduais, 29 delas abertas para visitação pública. Nesses espaços são ofertadas diversas atividades, como caminhada, rapel, escalada, ciclismo, espeleoturismo (exploração turística em cavidades naturais ou cavernas), entre outros.

O Estado tem também 235 Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN’s), modalidades de Unidades de Conservação de domínio privado. Elas são criadas por iniciativa do proprietário da área e o dono se compromete com a conservação da natureza.

O secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, lembra que, diante do cenário provocado pela pandemia, desde março do ano passado o projeto de retomada do turismo no Paraná tem uma atenção especial ao turismo ecológico. De acordo com dados do Ministério do Turismo, cerca de 16% dos visitantes internacionais vieram ao Brasil em 2018 motivados pelo turismo ecológico.

“O turismo que mais vai crescer no Brasil é o de natureza, ligado aos grandes negócios do meio ambiente”, afirmou. “O Estado tem um olhar voltado para o grande e o pequeno empresário do setor dentro do turismo responsável, ou seja, quem usa cuida. E foi justamente com essa visão que criamos uma secretaria com essa estrutura, incorporando ao meio ambiente as ações voltadas ao turismo”.

PARQUES PARANÁ

Com o objetivo de fomentar o turismo ecológico, o Governo do Estado criou o programa Parques Paraná, que visa a valorização do desenvolvimento do turismo, de forma sustentável, nas Unidades de Conservação estaduais abertas à visitação pública.

“São 29 unidades que têm prioridade na estruturação da sua infraestrutura, de recursos humanos e qualificação do atendimento ao público. O trabalho é para que possam ter melhores condições de receber turistas e visitantes todas as semanas”, destacou o diretor de Políticas Ambientais da secretaria, Rafael Andreguetto.

São contemplados projetos como o Programa de Voluntariado em Unidades de Conservação, o Projeto Parque Escola, o Programa Paraná Aventura e as ações de uso público. O objetivo é integrar a população, modernizar as formas de gestão de UC’s e promover a conservação e a educação ambiental de forma ativa.

TURISMO ECOLÓGICO

O conceito de turismo ecológico é definido pelo Ministério do Meio Ambiente como o segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações.

O turismo ecológico, apesar de também ter como palco um espaço natural, tem como viés a visitação controlada e sustentável. A ideia é oferecer o turismo para o contato com o meio ambiente de forma planejada, apenas em ambientes permitidos, causando o mínimo impacto à fauna e flora locais.

Os espaços devem ter estrutura adequada, com as limitações de capacidade de carga definidas e, principalmente, objetivando ações de conscientização e educação ambiental.

COVID-19

Nas Unidades de Conservação do Paraná é exigido o cumprimento de vários protocolos por parte de visitantes e funcionários a fim de evitar a proliferação da Covid-19. É obrigatório o uso de máscaras e de álcool em gel, além do distanciamento seguro.

Também são proibidas, enquanto durar a pandemia, práticas esportivas e acampamentos. Atendendo as determinações do Decreto 6.983/2021, publicado na sexta-feira (26) pelo Governo do Estado, as Unidades Estaduais estão fechadas para visitação pública. O decreto está em vigor até 08 de março.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Banner Edplants, Acesse