Sem leitos de UTI para Covid-19, Prefeitura e Comitê emitem alerta vermelho

Na tarde dessa última terça-feira (12), a Prefeitura de Cianorte e o Comitê Técnico de Enfrentamento ao Coronavírus e Ética Médica emitiram o alerta vermelho sobre as condições do município para a assistência em saúde dos casos de Covid-19. A categoria leva em consideração o fato de todos os seis leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do SUS estarem ocupados, a quantidade de pessoas infectadas pela doença, a taxa de contágio, os atendimentos ambulatoriais e os óbitos.

“São situações preocupantes, levantadas pela análise técnica dos médicos que estão à frente da equipe Covid-19, que incluem tanto a rede pública quanto a privada, e nas quais é importante ressaltar que Cianorte é referência para outros dez municípios, que totalizam uma população regional de aproximadamente 160 mil habitantes. Assim, com todos os leitos ocupados, caso mais alguém precise de uma vaga de UTI, teremos que recorrer à Central de Regulação de Leitos do Estado do Paraná para internação em outra região”, destacou a secretária municipal de Saúde, Rebeca Galacci.

A Categorização Epidemiológica Municipal está disposta na Resolução Nº 01/2021, que complementa o Decreto Nº 01/2021 de consolidação das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus, e foi criada para otimizar o mapeamento de riscos, orientar a tomada de decisões e informar a população sobre a situação da pandemia na cidade. “São três categorias, identificadas por cores, de acordo com a gravidade, sendo que a amarela indica situação de alerta; a laranja risco médio e a vermelha alto risco; ou seja, no momento, estamos em um contexto perigoso”, salientou a secretária.

Segundo o Executivo, a flexibilização do decreto ocorrerá conforme a amenização dos riscos, ou seja, com a mudança do alerta para as demais cores. “O poder público está empenhando todos seus recursos para a contenção da Covid-19, no entanto, as pessoas precisam ter corresponsabilidade, uma vez que dependemos que cada uma siga as regras de segurança e higiene. Neste momento, por exemplo, em que muitas estão regressando de viagem, o isolamento social é o nosso maior aliado. Orientamos que, ao retornar, se mantenham em isolamento voluntário por dez dias e que, para que isso seja possível, os empregadores disponibilizem o trabalho home office”, aconselhou Rebeca, de acordo com a resolução, disponível para consulta pelo link <https://cianorte.pr.gov.br/upload///publicacoes-oficiais/1924/1924.pdf>.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse