Secretária da Mulher Fernanda Spagolla utiliza a tribuna livre da Câmara de Cianorte

 

Secretária municipal de Integração Governamental e futura secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres falou sobre os programas e projetos para as mulheres de Cianorte

Na sessão ordinária desta última segunda-feira, 22 – conforme requerimento 82/2021, de autoria do vereador e presidente Wilson Pedrão (Republicanos) – utilizou a tribuna livre, a secretária municipal de Integração Governamental e futura secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Fernanda Michelato Spagolla Silva, a fim de falar sobre os programas e projetos para as mulheres de Cianorte.

Primeiramente, Fernanda Spagolla parabeniza o prefeito Marco Franzato (PSD) e vice-prefeito João Alexandre (Republicanos) pela criação, bem como os vereadores pela aprovação da Secretaria em segundo turno e redação final, por unanimidade, durante a sessão ordinária. Agora, aguarda a sanção do prefeito.

“O prefeito Marco e o vice João entendem a necessidade de criar uma Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, visto que, até então, esse atendimento era feito por assessoria”, agradece.

De acordo com a secretária, do dia de 13 de janeiro até o dia 22 de fevereiro deste ano, o órgão ainda como assessoria, já atendeu 18 mulheres, sendo quatro em estado gravíssimo. “Precisamos tomar alguma atitude e fazer que a lei seja cumprida”, pontua que nova Secretaria atenderá e trará segurança para todas as mulheres.

“A Secretaria será formada pelo assessoramento jurídico, da assistência social e psicológico. Vamos criar ainda o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), onde será um centro especializado para as mulheres, inclusive, com local para qualificação profissional”, explica Fernanda.

“Precisamos dar um olhar diferenciado para essas mulheres, com qualificação e inserção no mercado de trabalho, pois muitas mulheres ficam não situação de violência, por não ter como se sustentar, seus filhos ou não ter para onde ir”, afirma e finaliza a secretária que será fiscalizada a UPA e as UBS’s, a fim de que seja emitido e acompanhado o protocolo de atendimento em situação de violência.

Fonte: Diego Fernando Laska – Assessoria de Comunicação Social da Câmara Municipal de Cianorte

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse