Seca prolongada baixa a vazão do Rio Iguaçu e muda o visual das Cataratas

A seca prolongada mudou o visual das Cataratas do Iguaçu – um dos principais cenários turísticos do Brasil. Normalmente a vazão chega a 1,5 milhão de litros por segundo, mas nesta quarta-feira (1º), estava abaixo da metade deste volume.

A vazão baixa está relacionada à falta de chuva e à economia de água nos reservatórios do Rio Iguaçu, que comporta seis usinas hidrelétricas, e também em outras bacias que produzem energia elétrica, segundo a Companhia Paranaense de Energia (Copel).

As visitas nas Cataratas do Iguaçu estão suspensas. A medida ocorre em função do alinhamento do parque com a política do Governo Federal de gestão de crise causada pelo coronavírus. O cancelamento das visitas é aplicado para evitar aglomerações.

Fonte: Portal da Cidade Umuarama / Fotos: Parque Nacional do Iguaçu (Argentina)

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse