SAIBA MAIS SOBRE ENXERTO ÓSSEO

Para as pessoas que tem falta de um ou mais dentes o implante dental é um dos melhores recursos para devolver a estética e a mastigação, mas nem sempre isso é possível sem os enxertos ósseos. Os implantes dentários funcionam e têm a mesma aparência de um dente normal, atuando na mastigação e na estética de forma idêntica ao dente natural.

É sempre importante ter a certeza de compreender todos os vários aspectos de uma cirurgia bucal, e com os implantes dentários e os enxertos ósseos não é diferente. E uma das principais questões a ser considerada é a possibilidade de necessitar de um enxerto ósseo para poder instalar os implantes dentários.

Algumas vezes pode-se sugerir um enxerto ósseo para o implante dentário quando o osso da maxila ou da mandíbula é muito fino ou mole para manter o implante no lugar em seu atual estado. Se a sua condição óssea não estiver boa, ou seja, não conseguir dar suporte ao implante, a cirurgia poderá ser mal sucedida.

Portanto, o enxerto ósseo é o tratamento indicado para pacientes que possuem perda óssea (osso que segura a raiz dos dentes). Por perderem os dentes ao longo dos anos, é comum as pessoas perderem também os ossos alveolares, que sustentavam o dente perdido. Em consequência disso, a gengiva também diminui. Para sanar esse problema, pode-se recorrer tanto a enxertos ósseos ou de tecido gengival. Este procedimento cirúrgico visa acrescentar altura ou largura ao osso maxilar e/ou mandibular, aumentando seu volume para a posterior colocação de um implante dentário.

A estrutura óssea fraca e deficiente causada pela perda óssea alveolar, pode ser causada por fatores como a doença periodontal, lesões, traumas ou dentes ausentes por um longo período de tempo, e nesses casos, o enxerto ósseo está indicado.

Sem dúvida, a perda óssea traz problemas funcionais e estéticos, entre os quais podemos destacar a dificuldade ou impossibilidade para a realização de implantes e a aparência de dentes muito compridos, o que prejudica a harmonia estética;

Primeiro é realizado uma cirurgia para colocação do enxerto ósseo na região danificada. É necessário aguardar um período que varia de 6 a 8 meses para avaliar o sucesso deste procedimento. Após esse período, o paciente deve vir a consultas marcadas para avaliação clínica pré-implante, e assim damos sequencia no tratamento.

Após a integração do enxerto, é marcado uma consulta para fazer os implantes e posteriormente, as próteses sobre os mesmos. O processo pode ser um pouco longo, mas sem dúvida, voltar a mastigar com qualidade e sorrir sem medo vale muito a pena!

Banner Edplants, Acesse