Reunião define eleição do Conselho Tutelar em Cianorte

conselho tutelar2Uma reunião que deve ser agendada para a próxima quinta-feira (8) deve definir a eleição do novo Conselho Tutelar de Cianorte.
A votação (foto ao lado)  que aconteceu ontem (4) foi polêmica e acabou na madrugada com discussões, presença da polícia e reclamações de candidatos na Vara de Infância e Juventude.
O que pode resultar na impugnação da votação que reuniu aproximadamente 5 mil eleitores em Cianorte, São Lourenço e Vidigal.

Entre as reclamações e denúncias estão compra de votos, transporte de eleitores, boca de urna e questionamento sobre a contagem de votos. Inclusive com supostas provas com fotografias. “Ainda não recebi informação oficial sobre o que deve acontecer”, comentou a vice-presidente do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Poliana Magon, que disse que haveria uma reunião do Conselho no dia 13, mas que a dessa semana para tratar da eleição ainda não havia sido marcada e comunicada.

A eleição escolheria os cinco novos conselheiros tutelares de Cianorte para atuarem entre 2016 e 2019. Foram 52 candidatos disputando os cargos com salário de R$ 2,8 mil numa carga horária de 40 horas semanais.

FORA DO AR – Curiosamente, os telefones celulares dos principais representantes do setor ficaram desligados a maior parte do tempo ontem e poucas pessoas se dispuseram a falar para comentar ou esclarecer os fatos. Mesmo os que comandam as instituições do segmento e respondem pelos órgãos.

FUNÇÃO – Um conselheiro tutelar trabalha em ações para proteger crianças e jovens, conforme as normas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Um candidato deve ser maior que 21 anos de idade, ter experiência em trabalhos no segmento, morar em Cianorte há pelo menos dois anos, entre outros aspectos. A eleição foi tranquila nas maiores cidades da região como Maringá, Londrina e Paranavaí.

Processo eleitoral será revisado

Entre as possibilidades discutidas na reunião dessa semana está a recontagem dos votos e avaliar as atas e cédulas de votação para uma provável segunda votação. “Vamos responder as impugnações e, ser for o caso, o CMDCA [Conselho] irá deliberar uma nova eleição ou não”, explicou a presidente do CMDCA, Suelen Galhardo.

Sobre as denúncias das supostas irregularidades, ela informa que há vídeos e testemunhas de algumas situações reclamadas.

Galhardo avalia como positiva e surpreendente a quantidade de eleitores que foram votar. E lamenta a possibilidade de anulação. “Os eleitores ficaram um tanto indignados. Mas, estamos fazendo o possível para não ocorrer de novo [os problemas]”.

Outro fato que chamou a atenção dos presentes na apuração dos votos foi o nervosismo de alguns voluntários no trabalho. Houve discussão, inclusive com reclamação de que Suelen Galhardo estaria tentando inibir o trabalho da imprensa no local.

Ele respondeu que houve um mal entendido sobre identificação dos profissionais e delimitação de acesso ao local. Mas, tudo foi resolvido em seguida, o trabalho seguiu e que a situação não deve se repetir.

conselho tutelar3RESULTADO NÃO OFICIAL *
Aldemir Freitas 404 votos
Daniela 301
Maria Salomé 281
Evanir 253
Gilberto Galante 215
SUPLENTES:
Rosinei 207
André 198

Texto : Andye Iore / Fotos: Luiz Antônio Barbosa / Andye Iore

 

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Reunião define eleição do Conselho Tutelar em Cianorte"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*