Projeto brasileiro que investiga o câncer de mama em mulheres com menos de 40 anos será apresentado em evento nos Estados Unidos

No dia 5 de dezembro, o mundo vai conhecer o perfil de mulheres do Brasil, com menos de 40 anos de idade que lutam contra tipos invasivos ( graves) de câncer de mama. A divulgação dos dados do Projeto “Amazona III” será feita durante um dos maiores simpósios do planeta, o San Antonio Breast Cancer Symposium”, no Texas – USA.

Em Santa Catarina, o Centro de Novos Tratamentos de Itajaí participou dessa pesquisa do Gbecam ( Grupo Brasileiro de Estudos do câncer de Mama) e contribuiu para a melhora da ciência mundial.

O médico oncologista de SC, investigador nesse estudo, Giuliano Santos Borges, conta que resultados como esses são importantes para definir estratégias no combate ao câncer. “ Uma vez tendo o perfil das pacientes locais, é possível direcionar o melhor tratamento no instante do diagnóstico. Quando falamos de câncer, precisamos usar o tempo a nosso favor. Se levarmos em conta a importância do diagnóstico precoce, podemos falar em mais esperança e na maioria dos casos, poupar as mulheres de tratamentos mais invasivos”, comenta.

O Projeto incluiu 2950 brasileiras com diagnóstico recente de câncer de mama, entre o período de janeiro de 2016 a março de 2018. Entre os pontos analisados na pesquisa estão: perfil do tumor da mama, estágios da doença, tratamentos na fase inicial e os resultados clínicos.

Fonte: Agência Comunique-se

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse