Programa vai mapear ecossistema de TIC em Maringá

O “Programa de Aceleração Setorial TIC”, uma parceria do Sebrae/PR com a Câmara Técnica de TI do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), vai realizar o mapeamento do nível de maturidade do ecossistema de TI de Maringá. A expectativa é apurar a efetividade das ações que vêm sendo realizadas pelo ecossistema em prol do crescimento do setor, bem como apoiar o crescimento das empresas.

De acordo com o consultor do Sebrae/PR, Nickolas Kretzmann, Maringá é considerada um polo de TI, vocação econômica propulsora do desenvolvimento da cidade. “A ação está alinhada aos propósitos do Masterplan 2047, plano liderado pelo Codem que propõe ações para o futuro. E o mapeamento vai nos dar condições de entender quais caminhos precisamos lapidar para construir um setor de alta competitividade”, diz.

O mapeamento será conduzido com base em metodologia do Sebrae/PR, junto à percepção de diversas entidades que apoiam o ecossistema local de TI. O resultado, com previsão se ser apresentado em 2022, irá conter informações qualitativas e quantitativas sobre as ações em prol do setor. “Faremos o cruzamento dados e entrevistas”, explica Kretzmann.

Robinson Patroni, presidente da câmara técnica de TIC do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), diz que o programa vem ao encontro de uma necessidade natural nos ecossistemas, que é atingir a maturidade. “Teremos uma proposta de apoio aos empreendimentos do setor de TI, visando, cada um em seu estágio, desenvolvimento e aceleração”, diz.

Patroni destaca que a câmara técnica tem como foco monitorar o progresso do setor de TI de Maringá e converter ações estratégicas junto às entidades que fazem parte do ecossistema. “Com a compreensão sobre o setor e com sinergia maior, o ecossistema poderá melhorar a organização. Tudo alinhando às necessidades e anseios que uma grande cidade inteligente precisa e que passarão a ser atendidos pelo ecossistema de inovação”, frisa.

Panorama

O setor de TI é considerado chave para o desenvolvimento econômico de Maringá, como consta no estudo Masterplan 2047. O plano propõe o fortalecimento do setor, que em 2012 faturou cerca de R$ 83 milhões, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide). Esse valor deu um salto para R$ 802,7 milhões, em 2017, passando do bilhão, em 2020.

O Sebrae/PR começou a atuar junto às empresas de TI de Maringá e região em 2006, apostando no crescimento do setor. A instituição oferece, por exemplo, o Tech by Sebrae, que capacita em gestão, estratégias digitais e expansão de mercado. Paralelamente, realiza um trabalho próximo às empresas das novas verticais, como construtechs, agrotechs, healthcare, retailtech.

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Programa vai mapear ecossistema de TIC em Maringá"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*