Programa estadual amplia vendas de pequenos agricultores

A Copasol Sul, cooperativa de agricultura familiar de Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, fez sua estreia em vendas diretas de seus produtos ao consumidor durante a Feira das Cooperativas, que acontece todas às sextas-feiras, em Curitiba. A Copasol é uma das beneficiárias do programa Mais Renda no Campo, executado pela Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, que apoia ações para aumentar a renda das famílias e reduzir a pobreza e desigualdades sociais no campo.

Segundo a diretora do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan), responsável pelo programa, Márcia Stolarski, é muito gratificante observar a velocidade dos resultados obtidos em projetos bem desenvolvidos pelas cooperativas. “Em muitos casos, as organizações só precisam do apoio financeiro para o pontapé inicial. Na sequência, o que se observa é um círculo virtuoso de geração de renda, desenvolvimento local e melhoria da qualidade de vida”, afirmou.

A feira oferece produtos regionais de qualidade, além de promover o desenvolvimento local e regional por meio das cooperativas agrícolas. O evento é uma ação da Prefeitura de Curitiba.

A Copasol Sul (Cooperativa de Processamento de Alimentos Solidária de Agudos do Sul) tem 48 agricultores familiares associados que produzem hortifrutigranjeiros, alimentos processados como geleias, sucos, doces e de panificação, como pães, bolos e bolachas. São produtos convencionais e orgânicos.

De acordo com a presidente da Copasol, Aline Pasda, a expectativa dos agricultores é de bons negócios a partir da venda direta ao consumidor. Atualmente, grande parte do faturamento é proveniente do fornecimento de gêneros para a merenda escolar de alunos de escolas estaduais e o objetivo é ampliar o leque de vendas, explorando também a venda direta ao público.

Aline acrescenta que a realização desse sonho está sendo concretizado graças ao apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, que repassou R$ 124 mil na linha de financiamento do programa Mais Renda no Campo.

Os recursos estão sendo aplicados pela cooperativa na compra de um veículo pequeno de carga, utilizado para levar os produtos para a feira, em equipamentos novos para panificação, como um forno e um divisor de massa para pães, e também para produtos minimamente processados, como cortadores de legumes e verduras.

“Essa ajuda é sensacional. Só o carro está proporcionando uma economia de R$ 200,00 por viagem. Antes, gastava-se mais porque era necessário contratar e pagar a terceiros” disse Aline. Na panificação, a cooperativa produz cerca de 4 mil pães por semana.

A outra fase do projeto, destaca a presidente da cooperativa, prevê o beneficiamento de produtos minimamente processados, como cenoura, repolho e salsinha, picados, higienizados e embalados, para venda em feiras e nos Armazéns da Família.

Outra ação em andamento com os recursos do programa Mais Renda no Campo é a contratação de uma empresa para orientar o desenvolvimento de rótulos dos produtos e exposição para vendas diretas aos consumidores. “Os agricultores estão orgulhosos do trabalho e esperançosos em obter mais renda com esse investimento. Eles querem dobrar as entregas de produtos na merenda escolar e participar de mais vendas diretas aos consumidores, por meio de feiras.

MAIS RENDA NO CAMPO

O programa Mais Renda no Campo apoia o desenvolvimento de projetos técnicos propostos por organizações da agricultura familiar capazes de promover a geração de renda e o desenvolvimento local.

Atualmente, existem 325 associações e cooperativas da agricultura familiar no Paraná, envolvendo 35 mil agricultores, 26 mil deles agricultores familiares.

O objetivo do programa é reduzir a pobreza e as desigualdades sociais, ampliar e diversificar a produção e o acesso a alimentos de qualidade, com estímulo à produção orgânica. O programa está beneficiando as cooperativas e associações da agricultura familiar com apoio financeiro para alavancar os projetos. O valor máximo do repasse é de R$ 250 mil por organização.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: