Programa beneficia mais de 1.260 famílias vulneráveis de Cianorte com alimentos

 

Abertura oficial do Compra Direta aconteceu nesta quarta-feira (28) com a entrega de itens

As famílias que mais precisam em Cianorte agora contam com um apoio para terem acesso regular e permanente a alimentos de qualidade. Começou nesta semana o Programa Compra Direta, que entrega itens vindos do campo para a mesa de mais de 1.260 beneficiários em situação de vulnerabilidade. Entre os alimentos estão frutas, legumes, sucos, panificados, ovos e temperos. A iniciativa do Governo do Estado é administrada na cidade pelo Escritório Regional do Estado de Agricultura e Abastecimento (SEAB) com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social.

A abertura oficial do programa aconteceu na manhã da última quarta-feira (28) e contou com a presença de autoridades e de duas representantes das famílias atendidas: Teresa Cristina de Oliveira e Luciana Brito. “Ficamos muito felizes por poder contribuir para a alimentação de qualidade na casa dessas famílias que mais precisam. Parabéns à nossa equipe que não mediu esforços para conveniar a nossa cidade a essa iniciativa tão bacana do Governo do Estado”, comentou o prefeito Marco Franzato, acompanhado do vice, João Alexandre Teixeira.

Os itens alimentícios são adquiridos de quatro cooperativas conveniadas de Cianorte e da região, que compreendem 1.205 pequenos agricultores familiares. Cada um, no decorrer do programa, pode receber até R$20 mil. No total, são 74 itens cadastrados com preços tabelados, sendo que os orgânicos têm 30% do valor acrescido. “O Compra Direta beneficia tanto as famílias que recebem os produtos, quanto os agricultores, que têm destino certo para a venda de acordo com as suas lavouras”, comenta o chefe do SEAB, Franscisco Cascardo Neto que administra o Compra Direta no município com o apoio da técnica Anne Testa.

O programa terá a duração de dez meses e os produtos serão entregues esporadicamente às famílias nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) I e II e no Centro de Referência Especializado de Assistência Social. “Os beneficiários são cadastrados e atendidos nos serviços socioassistenciais. Então nós conhecemos a realidade em que vivem e o quanto esses produtos farão a diferença e contribuirão para garantir a segurança alimentar e nutricional”, salientou a secretária de Assistência Social, Aline Kist.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Cianorte

Banner Edplants, Acesse