PROFESSORA E PIONEIRA HELENA CIOFFI

No último dia 9 de junho de 2019, a Professora de História Helena Cioffi, pioneira e desde 1.957, moradora de Cianorte foi dignamente, homenageada pelo Prefeito Municipal, ao dar seu nome à escola infantil recentemente construída, Centro Municipal de Educação Infantil Helena Cioffi, inaugurada e localizada na Zona 8, na Rua Pampulha.

A lembrança da professora Helena Cioffi pelo Poder Público, Legislativo e Executivo engrandeceu a história de nosso município, uma vez que pioneiros que contribuíram com o crescimento e a religiosidade católica da cidade não poderia mesmo ser esquecida. Helena foi uma pessoa muito simples, mas o que mais me encantava nela era a sua generosidade para com as pessoas que de certa forma dependiam dela ou a procuravam. Helena ao longo de seus mais de setenta anos de vida nunca se casou, mas, o destino estava aí para colocá-la sempre na frente para cumprir responsabilidades que tomavam seu tempo único para a escola, para a família e para a Igreja Católica. Seu pai esteve sob seus cuidados antes de falecer. Uma tia também dependeu muito dos cuidados dela na velhice e com problemas de saúde a esta tia dedicou seus dias, em plena fase de juventude, para acolher todos os percalços de seu envelhecimento dela, e pasmem, morreu com quase cem anos! Helena estava presente no leito da sua doença e da sua morte. Se não bastasse, a sua mãe também dependeu de seus cuidados na velhice e doente, até a morte, Helena estava aí presente, cumprindo seu papel de mulher solidária e generosa. Não que os demais da família não a ajudassem, porém, a Helena estava sempre disponível e dentro de mesma casa, era incapaz de abdicar de sua generosidade para que outros tomassem o seu lugar.

Entretanto, Helena era uma pessoa feliz, porque Deus estava acima de todas as suas ações, incapaz de fazer mal a qualquer pessoa. Excelente professora de história, depois de passar por uma longa jornada de magistério dedicada às crianças primárias, quando começou sua carreira com 14 anos. Buscou formar-se professora frequentando a extinta Escola Normal Cândido Portinari, que formaram os primeiros professores da cidade. Buscou seu diploma do ensino superior, graduando-se em História e aí de fato se encontrou como pessoa participante da vida política e social da cidade. Quantos meninos, hoje, pais de família e quantas mães passaram pelos bancos escolares onde era professora. Mas, creio foi dentro da Igreja Católica que encontrou o seu lugar verdadeiro, sendo catequista, participando de todos os primeiros movimentos da Igreja, desde o primeiro Padre Luiz Mark, até morrer. Fez parte da associação religiosa Filhas de Maria e lá dentro lutou pela evangelização e pela crença em Maria, Mãe de Deus que sempre a amparou ao longo de sua vida.

Quando foi criada e construída a primeira Igreja Nossa Senhora de Fátima de Cianorte, sob o comando religioso do Padre Luiz Mark, Helena Cioffi e outra professora de Cianorte (graças a Deus ainda viva) Aparecida Palmeira e com a funcionária da Casa Paroquial Carmen Poubel Coelho, dedicavam-se a produzir as hóstias que seriam entregues em comunhão nas Missas dominicais. Faziam a massa de farinha e água e sobre a chapa quente do fogão de lenha davam o ponto certo da massa, para depois passar com o ferro de brasa, uma a uma, todas as hóstias, para secá-las e deixá-las com a consistência mais dura.

Espero que as crianças que serão educadas em todos os sentidos debaixo do teto do CEMEI HELENA CIOFFI possam buscar o seu modelo de vida para se espelharem-se, contribuindo com a comunidade, obedecendo as regras sociais, com disciplina sendo generosas e solidárias com os que estão a sua volta. Acredito que a vida de HELENA CIOFFI será a inspiração perfeita para a educação daquelas crianças! Não poderia ter havido escolha melhor!

Izaura Varella

Compartilhe: