Polícia Militar do Paraná registra mais de 200 acionamentos relacionados a delitos eleitorais


Dez mil policiais atuaram na operação. O resultado de quase de 48 horas de atuação foram 223 acionamentos, 114 encaminhamentos e 80 Termos Circunstanciados lavrados. Cerca de 10 mil policiais militares atuaram durante a Operação Eleições 2018 – 1º Turno, em todos os 399 municípios do Paraná. O resultado de quase de 48 horas de atuação foram 223 acionamentos, 114 encaminhamentos e 80 Termos Circunstanciados lavrados. O período compreende do início da madrugada de sábado (06) até as 21 horas de domingo (07). Em Curitiba e região metropolitana foram 72 acionamentos e 26 encaminhamentos.

“Considerando a complexidade dessa eleição, o número de candidatos, entendo que o pleito foi tranquilo e o número de flagrantes também foi pequeno, se comparado a outros momentos”, avaliou a comandante-geral da PM, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha. ”O resultado do trabalho foi muito bom, foi efetivo, com empenho e dedicação”, disse ela.

CRIMES

O reforço do policiamento foi voltado ao combate de crimes e contravenções eleitorais e outras irregularidades, em apoio à Justiça Eleitoral, principalmente para coibir propaganda próximo aos colégios eleitorais e boca de urna. O policiamento alcançou os 4.790 locais de votação e dos 26.119 seções eleitorais do Estado. Na capital e na região cerca de 500 viaturas foram empregadas. Em todo o estado foram mais de 1.790 viaturas.

A atuação envolveu as Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAMs), Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAMs), Serviço Velado das unidades da Corporação. Unidades especializadas prestaram apoio aos batalhões e Companhias Independentes. Também houve o emprego de tecnologia para auxiliar no acompanhamento do pleito eleitoral. O trabalho preventivo nas ruas e nas proximidades dos locais de votação resultaram, ainda, na apreensão de 45.967 panfletos/santinhos, 13.831 adesivos e 22 bandeiras.

A PM utilizou três unidades de Comando e Controle Móvel nas cidades de Marechal Cândido Rondon e Curitiba, além de câmeras no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e em frente à Polícia Federal. As equipes policiais reforçaram o policiamento ostensivo e estabeleceram pontos base em locais estratégicos dos municípios para reforçar a segurança e garantir o direito ao voto e a ordem pública. Em todo o estado, o Corpo de Bombeiros também foi empregado com o suporte de ambulâncias e veículos para combate a incêndio e ocorrências de emergência.

INTERIOR

Em Curitiba, a PM recebeu, por meio 1º Comando Regional da PM, 42 acionamentos, que resultaram em três pessoas encaminhadas ao Fórum Eleitoral de Curitiba. O 2º Comando Regional da PM, que atende Londrina e Região, atendeu 42 ocorrências e encaminhou 29 pessoas. As equipes policiais lavraram 30 Termos Circunstanciados.

Na região de Maringá, as unidades do 3º Comando Regional da PM, foram atendidas 39 situações eleitorais, das quais 30 pessoas foram encaminhadas e 18 Termos Circunstanciados lavrados. Nos Campos Gerais, o 4º Comando Regional da PM, atendeu 30 ocorrências de cunho eleitoral, que geraram 11 encaminhamentos e a lavratura de sete Termos Circunstanciados.

Na região de Cascavel, as unidades que compõem o 5º Comando Regional, atenderam 41 ocorrências e 17 pessoas foram encaminhadas por delitos eleitorais. Os militares estaduais, nessa região, lavraram nove Termos Circunstanciados. Na Região Metropolitana de Curitiba e Litoral, o 6º Comando Regional atendeu 29 situações, encaminhou 23 pessoas e lavrou 13 Termos Circunstanciado.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: