Polícia enfrenta onda de assaltos em Cianorte

assaltos - policias

As polícias Civil e Militar estão com mais trabalho nas últimas semanas em Cianorte. O período de festas de fim e começo de ano fazem com que aumente o número de assaltos na cidade. Entre os motivos estão os indultos de Natal e Ano Novo concedidos aos presos nas cadeias, um maior fluxo de dinheiro pelo pagamento de 13º salário e pelas viagens de férias deixando as casas vazias.

Os ladrões não perdem tempo e ficam mais audaciosos pelas oportunidades que as vítimas oferecem. Somente na semana passada foram registrados pela polícia em torno de 15 casos de roubos de veículos, em estabelecimentos ou a pessoas. Enquanto que em períodos normais não chega nem na metade disso. “Temos um foragido da cadeia em Maringá que recebeu indulto, não voltou e já identificamos ele aqui em Cianorte”, comentou o delegado da Polícia Civil, Nilson Rodrigues (foto à direita), completando que o foragido participou de um assalto na semana passada e deve ser preso nos próximos dias.

Por sua vez, a Polícia Militar realizou na última quinta-feira (9) uma operação contra a criminalidade em bairros da cidade. O arrastão aconteceu nos bairros Aquiles Comar, Morada do Sol, Zona Três, Zona Quatro e centro. A operação já tem previsão para acontecer em outros bairros. “Entre dezembro e janeiro é muito comum uma maior circulação de bandidos pelas cidades”, comentou o capitão da Polícia Militar, Carmelito Santos (foto à esquerda). “Por isso que fazemos um trabalho em conjunto entre as polícias civil e militar”.

Texto e foto: Andye Iore
Reportagem publicada na edição de domingo (12) do jornal Folha de Cianorte.

Compartilhe: