Polícia divulga versão oficial sobre explosão que causou a morte de duas pessoas

Nesta última segunda-feira (31), por volta das 20h20min, a equipe policial de Cruzeiro do Oeste foi acionada para comparecer em uma residência na rua Ana Maioli Longuini, na qual ocorria um incêndio causado por uma explosão de um botijão de gás, onde levou duas pessoas a óbito.

Assim que a equipe policial chegou no local, confirmaram os fatos e acionaram o corpo de bombeiros para conter o fogo na residência. Após os bombeiros adentrarem a casa, encontraram em um quarto de casal, dois corpos carbonizados, que possivelmente seria a dona da casa e seu ex-marido.

Na tentativa de solucionar a ocorrência, solicitaram a presença da equipe de polícia científica para acompanhar os fatos e, ao realizarem a perícia, encontraram parte do botijão de gás, com sinais de corte na mangueira, junto aos corpos das vítimas.

De acordo com os testemunhas, o ex-marido havia estacionado o seu veículo longe da residência e pulado o muro dos vizinhos para adentrar a casa da vítima do sexo feminino. Pouco antes da explosão, os vizinhos ouviram uma discussão entre o casal, e também, uma terceira voz não identificada.

A vítima do sexo masculino, Clovis, 43 anos, fazia uso de monitoramento eletrônico e a mulher possuía uma medida protetiva contra o ex-marido e, dias antes, foi registrado um boletim, onde a mulher citava ter sido agredida pelo ex-marido.

Segundo os relatos da vizinhança, a vítima do sexo feminino se chamaria Marcilene, 39 anos, que recentemente teria vindo do Mato Grosso para trabalhar na cidade.

A Polícia está investigando a real causa do incêndio e os corpos foram encaminhados ao IML de Umuarama/PR.

Fonte: Portal Cruzeiro do Oeste / Comunicação Social do 7ºBPM

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse