PM prende homem por contrabando e apreendem grande quantidade de dinheiro

Nesta quarta-feira (10 de julho), por volta das 18h30min, a equipe ROCAM foi informada de denúncia de contrabando de cigarros com a utilização de um veículo de carga, modelo Fiorino, e que a pessoa estaria guardando a mercadoria em sua casa, na Avenida Arthur Thomas.

Diante da informação, a equipe ROCAM com apoio da ROTAM deslocaram ao endereço. No local, os militares visualizaram o veículo com as características repassadas.

Foi feito contato com a moradora, que franqueou a entrada para a realização de revista em sua casa, sendo localizados em um quarto cigarros de várias marcas oriundas de contrabando do Paraguai.

Na residência estavam além da moradora, seus três filhos menores e seu convivente, um senhor de 36 anos, que assumiu ser o responsável pelos ilícitos.

Foi dada voz de prisão ao homem, informado seus direitos constitucionais e, para a segurança das equipes, foi algemado, conforme súmula vinculante número 11 do STF.

Em continuidade a revista na residência, foi localizada uma grande quantia de dinheiro em cima da mesa da cozinha. Já no quarto do homem, foram encontrados uma bolsa preta com grande quantidade de dinheiro, um rádio comunicador de veículo e três cadernos com anotações da contabilidade do contrabando. Ainda, na sala foram apreendidos dois rádios portáteis ligados na frequência da Polícia Militar da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Cianorte.

No veículo fiorino foram encontrados, atrás do banco, dois pacotes de cigarros, e no porta objetos sete cheques e comprovantes de depósitos bancários de diversos valores. Ressalta-se que a parte destinada a carga estava preparada para o contrabando, tendo um pano na cor preta para não ser possível ver o interior da carga, facilitando o transporte de ilícitos.

Posteriormente, na sede da 5ª CIPM, foram contados 298 (duzentos e noventa e oito) pacotes de cigarros das marcas Palermo, Eith, Classic, Tê, San Marino e Fox; o dinheiro totalizou cinquenta e oito mil, quatrocentos e setenta e sete reais em espécie, e mais seis mil e setecentos reais em cheques.

Por fim, as guarnições confeccionaram o boletim de ocorrência e seguiram os procedimentos indicados pela Polícia Federal de Maringá para dar continuidade no flagrante.

Fonte: Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar.

Compartilhe: