PM prende dois homens e apreendem arma de fogo

No último sábado (06 de julho), por volta das 1h25min, após a Central receber uma denúncia de que no interior de uma tabacaria, situada na Avenida Souza Naves, haveria um indivíduo com camiseta escura, tatuagem no braço, calça jeans, armado e colocando a vida de outras pessoas em risco, as equipes se organizaram para realizar a abordagem das pessoas ali presentes, pelo fato do ambiente ser dividido.

No estabelecimento, algumas equipes adentraram e abordaram as pessoas que estavam no primeiro ambiente; outras guarnições foram nas laterais rumo ao banheiro; e alguns policiais adentraram o local onde acontece o consumo de “narguile”. Neste último, uma militar, que estava à frente, visualizou o momento em que um indivíduo (posteriormente identificado como um homem de 28 anos), com as mesmas características repassadas pela Central de Operações, entregou a arma para um dos proprietários do estabelecimento, sendo este identificado como um homem de 25 anos, e disse as seguintes palavras: “Guarda aí pra mim que sujou lá na frente”, não percebendo que a soldado estava há poucos metros dele.

Diante do flagrante, o homem de 28 anos recebeu voz de prisão e levou um susto, pois até então não havia percebido a presença policial já na parte interna da tabacaria, momento em que desobedeceu a ordem e correu para o fundo do local na tentativa de passar despercebido, porém, outro policial visualizou toda a ação, conseguiu alcançar e algemar o homem.

Quando os militares voltaram até o local onde cidadão havia entregue o armamento para o proprietário, o referido negou, dizendo que: “Não sabia de nada, de nenhuma pistola”, porém, o homem foi visto pelos dois policiais no momento em que recebeu a arma. Diante da situação, as equipes adentraram o balcão para realizar as buscas, sendo a pistola encontrada em uma lixeira, tratando-se de uma Glock G22, calibre .40, municiada e com outras treze no carregador.

Diante dos fatos, o responsável pela arma foi encaminhado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e desobediência; já o proprietário foi conduzido pelo crime de favorecimento real, Art. 349 do Código Penal. Por fim, os detidos, juntamente com a arma de fogo, foram apresentados para a Autoridade Competente para as providências.

Fonte: Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar

Compartilhe: