Parques protegem o meio ambiente e melhoram qualidade de vida

Proteger o meio ambiente e ao mesmo tempo oferecer lazer e qualidade de vida à população. Esses são alguns dos objetivos que ajudaram a definir a implantação do Parque Lago de Olarias, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. A obra, já concluída, foi executada com o investimento de R$ 4,2 milhões.

O parque foi viabilizado por meio de Transferência Voluntária da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, com contrapartida municipal. Os recursos foram autorizados pela pasta, com operação do Serviço Social Autônomo Paranacidade.

“Esse tipo de intervenção transforma regiões e municípios e os locais se tornam pontos de referência para a população. Os benefícios são muitos, desde a solução para ameaças ambientais no espaço urbano, como o controle de cheias, até a oferta de lazer para moradores e visitantes”, afirma o secretário da pasta, João Carlos Ortega.

O Parque Lago de Olarias está equipado com anfiteatro, parque infantil, academia ao ar livre, pista de caminhada, ciclovia, centro esportivo com espaço para as futuras quadras de esporte, praça do skate, com espaço reservado para a construção da pista, a Praça Nicolau Kluppel, área administrativa, estacionamentos, paisagismo e pavimentação das ruas em torno do Lago.

“O projeto está concluído e à disposição da população. Não houve cerimônia de inauguração devido à pandemia, mas o principal é que o ritmo das obras foi mantido e hoje a comunidade pontagrossense tem mais um importante ponto de referência”, destaca o coordenador do Escritório Regional do Paranacidade de Ponta Grossa, Rafael Gustavo Mansani.

TENDÊNCIAS

De acordo com Nágila Freiria, analista de Desenvolvimento Municipal e integrante do Grupo ODS e Nova Agenda Urbana do Paranacidade, o Parque Lago de Olarias está dentro das tendências atuais de promover o desenvolvimento urbano sustentável, com atenção às pessoas, os cuidados necessários com o meio ambiente e o alinhamento com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), especificamente os ODS 11 (Cidades Sustentáveis) e 3 (Saúde e Bem).

“Em relação às 32 prefeituras atendidas pelo escritório regional de Ponta Grossa, todas já assinaram o Termo de Adesão aos ODS, o que revela a sensibilização das administrações municipais e o cuidado com as próximas gerações. Temos trabalhado intensamente com os princípios dos ODS e já registramos adesões também na iniciativa privada”, acrescenta Rafael Mansani.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse