PARE DE SOFRER COM A SENSIBILIDADE DENTAL

Se quando você ingere alguma bebida gelada, quente, ácida sente “aquela” dorzinha, um leve desconforto ou ainda uma dor bastante intensa, é sinal que há algo errado com seus dentes. Essa dor é causada pela hipersensibilidade dentinária, problema que já atinge 70% da população brasileira.

A sintomatologia é uma dor difusa, que atinge alguns ou todos os dentes de um hemiarco ou de um lado da face, e o diagnostico embora as vezes complexo, deve ser acertado. Normalmente, a hipersensibilidade dentinária é caracterizada por dor de curta duração, aguda e súbita, sugerida pela exposição dentinária em resposta a estímulos térmicos, químicos e táteis.

As raízes dos dentes são constituídas por nervos e fixam os dentes na gengiva, no maxilar e na mandíbula. Consequentemente, se a raiz de algum dente estiver exposta, pode resultar em sensibilidade dentária e sérios problemas de saúde bucal.

Outro aspecto é a sinusite, que se manifesta com muita frequência na temporada de inverno. As raízes de pré-molares e molares ficam “mergulhadas” dentro do seio maxilar. Quando a sinusite se manifesta, essas raízes também são afetadas provocando a dor de dente, nesse caso não é o dente que está provocando a dor.

No inverno é um período em que nosso corpo pede alimentos e bebidas diferentes do verão, e muitas pessoas não conseguem fugir dos caldos quentes, das sopas, e de um bom vinho, no entanto, muitos cuidados devem ser tomados em relação à saúde bucal.

O vinho contém pigmentos que podem causar alguns danos aos dentes, principalmente quando se trata do vinho tinto. A ingestão frequente pode ocasionar a formação de manchas externas, a diminuição da produção de saliva devido ao álcool e eventualmente, alguns processos decorrentes da acidez sobre a superfície do esmalte, principalmente quando se trata do vinho branco, podendo causar sensibilidade.

É importante lembrar que nem todos os pacientes tem problemas com dor de dente quando há mudança de temperatura, mas se você costuma sentir dor ou desconforto ao consumir alimentos e bebidas gelados ou quentes, seus dentes podem ser mais sensíveis que o normal. Algumas pessoas ainda têm essa sensação ao ingerir doces ou até na hora da escovação.

O esmalte do dente é extremamente mineralizado e quase impermeável, porém, se essa proteção é removida por alguma razão (fratura, bruxismo, acidente, restauração quebrada ou infiltrações por bactérias) e a dentina fica exposta, o paciente pode apresentar sensibilidade.

Muitas pessoas que têm alta sensibilidade nos dentes acabam se ‘acostumando’ com a dor por desconhecer que o problema pode ser tratado. Os mais sensíveis sentem incômodo até mesmo quando escovam os dentes ou usam o fio dental. Muitas pessoas ignoram essa sensibilidade desagradável porque ela não é contínua, aparecendo somente quando estimulada.

A boa notícia é que essa queixa relativamente comum pode ser resolvida ou bastante minimizada. O mais importante é descobrir o fator causador da sensibilidade para tratar o problema, e somente o profissional pode fazer um diagnóstico correto e elaborar um plano de tratamento.

Banner Edplants, Acesse

Leave a comment

Your email address will not be published.


*