Paranaense coloca o triathlon brasileiro nos Jogos Olímpicos da Juventude

O paranaense Pedro Boff é o representante do Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude 2018 no triathlon. Integrante da Seleção Escolinha de Triathlon Alto Rendimento, Boff terminou em sexto lugar na seletiva americana disputada neste domingo (1º/7) em Salinas, Equador, com 58min05. A prova de sprint triathlon, com 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida, reuniu 65 entre os principais nomes da nova geração da modalidade, na briga pelas sete vagas por gênero, masculino e feminino, destinadas às Américas.

“Foi uma prova muito disputada. Consegui me posicionar bem já na largada, nadei muito bem e pude seguir no grupo principal”, contou Pedro Boff. “A equipe brasileira montou uma estratégia para o ciclismo, com todos os atletas pedalando juntos, eu no final do pelotão me guardando e deixando as pernas descansadas para correr. Tivemos uma atenção especial nas curvas, porque o percurso era muito técnico e rápido. E deu tudo certo! Consegui sair para correr colocando um ritmo forte, que me garantiu a sexta colocação e a classificação para os Jogos Olímpicos da Juventude.”

Pedro Boff já havia enfrentado alguns dos fortes adversários norte-americanos e mexicanos na semana passada, no Pan-Americano de Triathlon em Brasília. Fechou a disputa como o terceiro melhor brasileiro, mas não ficou satisfeito com a natação, sua especialidade. A última semana foi de descanso, exercícios de manutenção e também muito trabalho mental com os treinadores da Seleção Escolinha.

“Ele absorveu bem o resultado no Pan-Americano, descansou durante a semana e voltou a nadar muito bem. Montamos uma boa estratégia para a seletiva e graças a Deus funcionou”, comemorou Ricardo Júnior Cardoso, coordenador do projeto. “O Pedro representará muito bem a nossa equipe e o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude.

O jovem talento da Seleção Escolinha também agradeceu aos treinadores e à Escolinha de Triathlon Formando Campeões, projeto onde se desenvolveu e que cede todo o material e estrutura necessária para os treinos, no Colégio da Polícia Militar do Paraná. “Representar o Brasil nos Jogos da Juventude é uma imensa felicidade e também uma grande responsabilidade”, completou. Os Jogos Olímpicos da Juventude serão realizados entre os dias 6 a 18 de outubro em Buenos Aires, na Argentina.

OUTROS CAMINHOS

A dupla feminina da Seleção Escolinha na seletiva de Salinas, Gabrielle Lemes e Alice Forti Tinelli, terminou com o 14º e o 20º lugares, respectivamente. A disputa foi bem apertada entre as garotas, tanto que Gabrielle, com 01h05min01seg, ficou a apenas dois minutos da sétima colocada, Giovanna Lacerda, classificada para os Jogos. Já Alice completou o percurso de sprint triathlon com 01h06min11seg.

“A Gabrielle tem um futuro brilhante e não pode desanimar com esse resultado” destaca Ricardo Júnior Cardoso. Uma das melhores apostas do Brasil na nova geração do triathlon, Gabrielle é campeã sul-americana júnior de triathlon. “E a Alice vem se transformando numa excepcional atleta e nos dará muita alegria, também.”

As duas já estão classificadas para o Mundial de Triathlon de Gold Coast, na Austrália. A grande final será disputada entre os dias 12 e 16 de setembro. “Na próxima semana, vamos conversar e definir qual será o melhor caminho para elas”, explica Ricardo.

A Seleção Escolinha de Triathlon Alto Rendimento reuniu para a temporada 2018 os dez atletas com maior potencial para o alto rendimento, entre os 60 alunos da Escolinha de Triathlon Formando Campeões, consagrando um trabalho de quatro anos no desenvolvimento das categorias de base do triathlon no Paraná. Na nova equipe, os dez atletas selecionados passam a receber uma ajuda de usto mensal e são direcionados para as principais competições brasileiras e internacionais, visando as classificações olímpicas.

O projeto foi viabilizado pela Lei de Incentivo ao Esporte, com apoio da Federação Paranaense de Triathlon e do Colégio da Polícia Militar do Paraná. Os patrocinadores são Banco Safra, Sanepar, Elejor e Governo do Paraná.

Fonte: Assessoria de Esportes Onboard Sports

Compartilhe: