Palestras marcam campanha da saúde do homem em Tuneiras do Oeste

Professora Margarida durante palestra motivacional realizada dentro da Campanha Agosto Azul em Tuneiras do Oeste

Professora Margarida durante palestra motivacional realizada dentro da Campanha Agosto Azul em Tuneiras do Oeste

Nesta última quinta-feira (14), os homens do município de Tuneiras do Oeste puderam prestigiar duas palestras dentro da Campanha de Saúde Agosto Azul promovida no município. O evento foi realizado no salão do idoso do município.

Na oportunidade o Dr. Nilceu abordou a prevenção do câncer de próstata, falando dos riscos da doença, formas de tratamento, bem como a necessidade da realização dos exames de toque retal e de dosagem de uma proteína do sangue (PSA). Também foi realizada na oportunidade uma palestra motivacional ministrada pela professora Margarida Jordão Volpato do Núcleo Regional de Cianorte.
O Secretário de Saúde de Tuneiras do Oeste, Custódio Brito esteve presente ao evento e agradeceu a todos que participaram das palestras organizadas pelas equipes do Núcleo de Assistência a Saúde da Família (NASF) e do Programa Saúde da Família (PSF).
Participam do evento cerca de 60 homens, sendo que na oportunidade foi liberado para eles a realização de exames de PSA. Além das palestras, as equipes NASF e PSF realizaram, dentro da campanha, durante todo dia desta quinta-feira (14), teste de diabetes, verificação de pressão e orientações para saúde. Nestas ações, realizadas no centro de Tuneiras do Oeste e no distrito de Marabá foram atendidos 150 homens.

AGOSTO AZUL
Em março de 2012 foi instituído no Paraná, através da Lei nº 17.099, que o mês de agosto seria dedicado à realização de ações para incentivar a prevenção e a promoção da Saúde do Homem. O objetivo principal da Campanha Agosto Azul é motivar uma mudança cultural para que homens procurem atendimento médico e verifiquem sua condição de saúde com mais frequência, antes que doenças se manifestem de forma mais grave. Exames simples como testes para diabetes, hipertensão, aids e hepatite estão disponíveis na rede pública de saúde e podem identificar enfermidades ainda em estágios iniciais.

Texto: Juliano Secolo / Foto: Prefeitura Municipal de Tuneiras do Oeste

Compartilhe: