Novo sistema facilita informações sobre a cobertura florestal

O Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, disponibilizou uma nova ferramenta online com o Mapeamento de Uso e Cobertura da Terra. Ela foi criada para que toda a sociedade possa consultar informações como a cobertura florestal do Estado, por exemplo, que são monitoradas pelo IAT.

A cobertura florestal de árvores nativas do Paraná atualmente é 29,12%, de acordo com o sistema. “É uma ferramenta extremamente importante, democrática e que permite ao usuário ver a realidade do Estado. Os dados servem para viabilizar trabalhos científicos e técnicos, discussões, entre outros interesses que envolvem o uso do solo no Paraná”, afirmou diretor de Licenciamento e Outorga do IAT, Jose Volnei Bisognin.

“O objetivo é que a sociedade tenha a compreensão da realidade do Estado e do constante trabalho que o órgão ambiental realiza para recuperar a cobertura florestal nativa, as águas e o patrimônio natural”, completou Bisognin.

INTELIGÊNCIA

A aplicação GEO foi desenvolvida pelo Núcleo de Inteligência Geográfica e da Informação do IAT e tem como objetivo apresentar os resultados do mapeamento de forma simples, interativa e de fácil consulta.

Disponível no site do IAT, no link USO COBERTURA TERRA (iat.pr.gov.br), os dados são abertos ao público sem a necessidade de instalação de softwares de geoprocessamento específicos. O mapeamento de Uso e Cobertura da Terra foi contratado no âmbito do Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná, em parceria com o Banco Mundial.

As informações estão separadas em dois níveis. O Nível I apresenta dados sobre a quantidade de água existente nas terras do Estado, áreas antrópicas agrícolas, áreas de vegetação natural e áreas antrópicas não agrícolas.

Já no Nível II, são apresentados os dados sobre plantios florestais, agricultura perene, linha de praia, floresta nativa, área construída, agricultura anual, mangue, corpos d’água, restinga, área urbanizada, solo exposto/mineração, pastagem/campo e várzea.

“A navegação pelo conteúdo é bem fácil e interativa, com mapas, hologramas e informações visíveis. Os usuários encontram informações em área, hectares e porcentagem, do uso e cobertura da terra em todo o Estado, podendo filtrar por município”, afirmou a chefe do departamento de Sistemas de Informações e Geoprocessamento do instituto, Jaqueline Dorneles de Souza.

Além dos gráficos, a aplicação GEO conta com os relatórios do mapeamento e 400 mapas para download, sendo um mapa geral do Estado do Paraná e um mapa para cada um dos 399 municípios.

PARCERIAS

O projeto de mapeamento do uso e cobertura da terra é um marco para o estado e foi executado pelo Consórcio ARAUCÁRIA, constituído pelas empresas Senografia Desenvolvimento e Soluções Eireli e Geopixel Geotecnologias Consultoria e Serviço Ltda. A gestão do contrato contou com a participação de técnicos do IAT e da Embrapa Florestas, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapoar-Emater (IDR Paraná), além da Copel, Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento e Secretaria Estadual do Planejamento e Coordenação Geral.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Banner Edplants, Acesse