Novas construções em madeira

Com o aumento da população surge a necessidade de criar-se novas moradias para as pessoas se abrigarem. Sendo assim, o grande déficit habitacional existente não apenas no Brasil mas a nível global evem preocupando os ambientalistas pelo impacto gerado no planeta, para que a preservação do meio ambiente e exploração de seus recursos naturais seja feita de forma consciente e sustentável.

De acordo com as projeções de especialistas, nos próximos 20 anos poderemos ter um déficit de 2 bilhões de moradias no mundo,e se continuarmos a utilizar a forma tradicional de construção (alvenaria de tijolos com a emprego de concreto e aço), teremos um impactoainda maior no meio ambiente e aumentaremos o aquecimento global, agravando um problema quenos preocupa muito há anos.

Tendo em vista esse problema, podemos inserir as construções em madeira sustentável como uma forma de amenizar esse impacto, porém existe um preconceito de que uma construção em madeira pode ser sinônimo de sub-moradias, já quecostumeiramente essa forma de construir éligada a casas de baixo padrão e pouca durabilidade.

No início do século passado, na cidade de Curitiba o governo proibiu a construção em madeira na região central, o que ajudou a disseminar no meio técnico brasileiro o preconceito às estruturas em madeira. O Paraná já foi um dos maiores produtores de madeira do mundo, tendoa araucária como símbolo, sendo essa muito utilizada em moradias espalhadas pelo estado, principalmente em novas localidades, aonde se fazia o desmatamentoparaa implantação da lavoura e pecuária, ea madeira extraída era beneficiada em serrarias para ser usada naconstrução de casas.

Com o advento da tecnologia e sua aplicação correta, a madeira torna-se utilizável de muitas maneiras, seja para moradias de baixo, médio ou alto padrão, obras comerciais e edifícios com vários andares, cujo mais alto do mundo é encontrado no Canadá, possuindo 53 metros de altura e 18 andares feitos principalmente com madeira (a estrutura destinada as escadas de emergência e elevadores são feitas em concreto), e um sistema de chuveiros automáticos (sprinkler) diferenciado para atender algum sinistro e garantir a resistência da estrutura ao fogo.

Na Europa, principalmente após a segunda guerra mundial, o reflorestamento ganhou força em países como Alemanha, Suíça e Finlândia, que se tornaram grandes exportadores do produto. O Brasil tem um grande potencial ainda inexplorado, pois existem grandes reservas naturais (concentradas no Norte) que podem ser exploradas de forma sustentável sem serem dizimadas, e ao Sul muitas áreas foramreflorestadas principalmente com eucalipto e pinus, poispossui um território extenso e propiciopara esta atividade.

Se utilizarmos a madeira para construção de moradias, podemos ainda ajudar a amenizar o efeito estufa, pois as árvores ajudam a sequestrar o CO2 da atmosfera para seu crescimento, e o processo de extração e beneficiamento da madeiragera uma quantidade pequena de poluentes e seu processo é renovável, se replantarmos a área explorada. Também pode-se gerar uma redução no consumo de energia, já que o conforto térmico no interior das edificações é agradável, diminuindo o uso de climatização. Lembrando que ao utilizar técnicas modernas e adequadas de construção, as edificações tornam-se altamente duráveis.

Com a modernização do processo construtivo podemos rapidamente levantar uma moradia, espaços de trabalho e/ou equipamentos urbanos com uma aparência mais saudável para as cidades e pessoas. Com a utilização de treliças em madeira e chapas laminadasa construção de uma obra é rapidamente realizada, podendo ter várias formas e modelos, atendendo facilmente asnecessidades de cada projeto. Ainda, se tornarmos os processos repetidos como por exemplo a fabricação de edificações pré-moldadas, uma casa estará pronta para ser habitada em poucos dias

Isso é uma inovação se pensarmos em construção, pois a madeira como um novo “antigo” material de construção, é versátil, sustentável, econômico, bonito e durável, com impacto reduzido em seu processo produtivo e geração de resíduos, e com manejo adequado, pode-se tornar um grande gerador de renda e riquezas para o país.

Gostou do artigo? Conte pra gente! Compartilhe este post nas suas redes sociais para informar outras pessoas!

Acompanhe nossas publicações e fique por dentro de tudo.

Na próxima semana, nós do Bora pra Obra falaremos sobre as vantagens de construir sua piscina no inverno. Não percam. Até lá!

Compartilhe: