Museu particular mostra história de família pioneira de Jussara

 

No dia 18 de maio, é celebrado o Dia Internacional do Museu, e muitas pessoas não sabem, mas na região existe um museu particular que conta a história de umas das famílias pioneiras de Jussara, e também da história de nossa colonização.

Em Jussara o Museu Associação Cultural Ishinosuke Kimura, é um espaço cultural que expõe as memórias de uma das muitas famílias de imigrantes japoneses que se instalaram em nossa região. Possuidor de um vasto acervo, fica situado na Estrada Buriti,162 e apesar de inicialmente ter sido criado utilizando os objetos trazidos pela família quando vieram da terra do sol nascente, hoje o museu detém uma significativa quantidade de objetos recebidos através de doações.

Ikunoshin Kimura filho do Casal Ishinosuke e Teru Kimura, residia com seus pais e mais 4 irmãos no estado de São Paulo assim como muitas outras famílias de imigrantes. Em 1950 veio trabalhar como agrimensor no Paraná e ficou encantado com as férteis terras do município de Jussara ideal para o cultivo. Em 1951 com a vinda da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná (CMNP) começou a topografia de Jussara, Ikunoshin e seu Irmão Tokitsugu, compraram alguns lotes de terra e iniciaram a trajetória da família Kimura no município. Ajudaram no desbravamento da mata virgem, e construíram as primeiras moradias feitas com pau de palmito e coberta com as folhas. A partir dai começaram a cultura do café a família foi crescendo.

Em 1954 o Patriarca Ishinosuke recebeu a permissão para fundar a Igreja Tenrikyo Jussara. Com o falecimento do Patriarca em 1956, a Esposa Teru dirige a Igreja até o ano de 1961 quando passa o cargo para seu filho Tokitsugu. Massahiro Kimura, filho de Tokitsugu já nascido em terras jussarenses no ano de 1953, vem suceder o cargo de seu pai em 1982. Durante o curso que fazia no Japão para assumir a Igreja Massahiro veio a conhecer sua esposa Ana Yoshie e somam hoje 39 anos de casados e 5 filhos. Em abril deste corrente ano seu filho Elton foi nomeado como 5° condutor desta igreja que já soma mais de 67 anos em Jussara. Ainda hoje vivem em regime de comunidade com doze (12) pessoas que se organizam com as tarefas e afazeres diários.

O museu foi criado em 2004 na ocasião do cinquentenário de fundação da Igreja. “O museu existe há 17 anos e foi criado com o objetivo de transmitir às futuras gerações, de forma palpável, a história dos seus pais e avós. Com o desenvolvimento da sociedade as pessoas vão traçando novos objetivos e esquecem que os dias de hoje são possíveis graças a um passado de luta. Não existem frutos que não dependam da raiz tronco e galhos para se desenvolver. Também na nossa vida não devemos esquecer de dar o devido valor as nossas raízes. Somente adubando a raiz que são os precursores, poderemos frutificar o sucesso em nossa jornada. Existimos hoje por ter havido um ontem e somente conscientes disso poderemos seguir firmes rumo ao amanhã.” Elton Massanori Kimura.

A Diretora de Cultura de Leidiane Giroto destaca: “Conhecer a história antiga é imprescindível para poder valorizar a tradição e cultura daqueles que contribuíram com o desenvolvimento. Devemos preservar para que as memórias continuem vivas pelas gerações”.

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse