Mês do Meio Ambiente é marcado por ações de conscientização no Paraná

A Secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest) organizou em junho, Mês do Meio Ambiente, diversas ações de conscientização. A pasta e seu órgão vinculado, o Instituto Água e Terra (IAT), promoveram lives, distribuição de mudas em troca de alimentos, produção de vídeos institucionais e campanha nas redes sociais. A maior parte das atividades ocorreu de forma remota em respeito às recomendações sanitárias.

“Quatro pilares são fundamentais quando falamos em meio ambiente: educação ambiental, fiscalização, preservação da fauna e da flora e reflorestamento”, destacou o secretário Márcio Nunes.

Durante todo o mês, os 399 municípios do Paraná foram incentivados a fazer o recolhimento de resíduos e limpezas e postar as fotos de como o local era e como ficou, com a hashtag #ParanáMaisLimpo.

A mesma campanha incentivou escolas, pais e responsáveis a publicarem desenhos feitos por crianças sobre o que o meio ambiente significa para elas. Pelo Facebook, Instagram e LinkedIn foram identificados 49 municípios participantes, com fotos de antes e depois da limpeza e desenhos.

Segundo o diretor de Políticas Ambientais da Sedest, Rafael Andreguetto, estimular os municípios e a população a adotar pequenas atitudes faz parte da política de educação ambiental da Secretaria. “Quando mobilizamos um trabalho pequeno em cada canto do Estado, conseguimos um grande resultado e, com certeza, promover um Paraná mais limpo”, disse.

MUDAS

Através dos Escritórios Regionais do IAT, mudas frutíferas foram distribuídas no sistema drive-thru em troca de alimentos para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social de Ponta Grossa e Pitanga. Ao todo, foram 2,1 toneladas arrecadadas, entre arroz, feijão, óleo, farinha de trigo, e outros alimentos da cesta básica. Com 2.620 mudas de jabuticaba, araçá, gabiroba, pitanga, cerejeira, aroeira e canafístula distribuídas, foi possível ajudar cerca de 120 famílias das duas cidades.

LIVES

No início do mês, a Secretaria promoveu uma live para discutir as mudanças climáticas e seus impactos. É possível assistir no canal Portal Sedest, no YouTube. Os processos do licenciamento ambiental foram tema de outra transmissão ao vivo em dois dias, com realização do Escritório Regional do IAT em Guarapuava, no Centro-Sul do Estado.

De acordo com o diretor-presidente do IAT, Everton Souza, o licenciamento ambiental não pode ser encarado como obstáculo para a geração de empreendimentos. “Trata-se de uma ferramenta norteadora para que os empreendimentos possam se traduzir em geração de empregos, impostos, renda e, principalmente, qualidade de vida para as populações”, afirmou.

O evento do primeiro dia e o do segundo dia também estão disponíveis no YouTube.

VÍDEOS

Com o objetivo de demonstrar parte do trabalho desenvolvido pela Sedest, toda semana foi divulgado um vídeo institucional, publicado no Facebook e no Canal do Youtube da Secretaria. Além disso, a comunidade foi incentivada a enviar iniciativas ambientais que desenvolve na sua cidade. Os vídeos encaminhados via formulário estão sendo veiculados no Facebook, com o objetivo de incentivar cada vez mais ações de preservação ambiental.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Banner Edplants, Acesse