Mais de 20% dos trabalhadores vão usar 13° para compras de Natal

D ois a cada dez trabalhadores (23%) vão utilizar parte do 13º salário para comprar presentes de Natal. De acordo com estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC – Brasil), outros 27% dos trabalhadores têm a intenção de poupar ou investir o dinheiro, enquanto que 17% vão utilizá-lo para pagar dívidas em atraso.

Ao todo, a pesquisa ouviu 761 pessoas nas 27 capitais do Brasil. Os dados revelam ainda que 16% das pessoas devem gastar o 13º durante as festas de Natal e Ano Novo; 13% vão pagar despesas como contas de água e luz; apenas 11% vão destiná-lo para o pagamento do IPVA e do IPTU.

A pesquisa completa pode ser conferida aqui.

O educador do SPC Brasil, José Vignoli, recomenda que a prioridade seja o acerto de contas vencidas. “Se o consumidor tem apenas uma dívida em aberto, é mais fácil resolver o problema. Caso exista mais de uma, o ideal é escolher aquela que está mais atrasada ou optar pela que possui o valor com juros mais altos como, por exemplo, cheque especial e cartão de crédito”, diz.

Além disso, ele orienta que o trabalhador faça uma reserva para pagar os impostos cobrados no início do ano. “Assim como a quitação de dívidas atrasadas, a formação de uma reserva para saldar compromissos típicos de início de ano também deve ser uma prioridade do consumidor. Todos os anos elas aparecem, mas muitos só deixam para pensar nessas despesas quando elas chegam”, ressalta.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas

Compartilhe: