“Madruga Rei da Pipoca” morre de Covid-19

O lamento e choro das perdas provocadas pelo novo coronavírus fez mais uma vitima em Cianorte, e com pesar a semana começou com a triste notícias da morte de Thiago Moreira Madruga, ou “Madruga da Pipoca”.

Uma pessoa extremamente popular na venda de pipocas, com uma visão empreendedora deu a sua cara para o negócio, trazendo criatividade e inovação, o fazendo o “Rei da Pipoca”. Além dos carrinhos caracterizados distribuídos em alguns pontos da cidade, sua pipoca também é encontra em bares, lanchonetes e padarias de Cianorte.

Algumas pessoas relacionavam seu nome a um dos personagens do seriado “Chaves”, O Seu Madruga, no entanto Madruga estava realmente no seu sobrenome. O que lhe deu popularidade, inclusive nas ultimas eleições municipais obteve uma votação expressiva, embora não tenha sido eleito vereador.

Após algumas semanas desde que contraiu o vírus do Covid-19, teve que ser internado no Hospital Metropolitano de Sarandi, e infelizmente não resistiu a complicações provocadas pelo novo coronavírus, falecendo no inicio desta última segunda-feira (15).

Um Cristão praticante, deixa mulher e filha, e na lembrança de todos, seu sorriso marcante, sua personalidade correta. Mais uma vitima precocemente em meio a pandemia. Seu funeral segue os padrões estabelecidos para as vitimas de Covid-19, sem velório.

OUTRAS MORTES

A luta contra esta forte “onda” de casos de Covid-19 em Cianorte viveu um sábado (13/03) dramático, com anúncio de pelo menos três pessoas que acabaram não resistindo e faleceram por complicações provocadas pela pandemia.

Um deles é Ademir Navarro, que estava internado na Santa Casa (Fundhospar), seu quadro clinico acabou se agravando e com 90% dos pulmões tomados pela Covid-19, sofreu uma parada cardíaca entrando em óbito.

Outra vitima foi o jovem Tarik Fernando, que há alguns dias mobilizou as redes sociais com pedidos de oração por sua recuperação. Apesar de sua jovialidade e boa condição física, também não resistiu e provavelmente entre para o número de pessoas sem comorbidades que morre de Covid-19.

A terceira vitima é uma jovem senhora, que só teve o primeiro nome divulgado – Marlene – cujo marido há poucos meses também faleceu de Covid-19, segundo algumas informações ela se recuperava da doença em casa, mas na noite da última sexta-feira (12) passou mal sendo levada para o Hospital, infelizmente também não resistiu.

Fonte: Portal da Cidade Cianorte

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse