Imposto de Renda pode contribuir com assistência às crianças e adolescentes em Cianorte

Sem alterar o valor a pagar ou a receber da Receita Federal, os contribuintes podem destinar parte do IR para projetos sociais voltados para a promoção, proteção e defesa dos direitos

Com o prazo para a declaração do Imposto de Renda em vigência, desde 1º de março a 30 de abril, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDA) de Cianorte, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, está reforçando a campanha para conscientizar os contribuintes sobre a possibilidade de destinar parte do IR, devido ou retido na fonte, para os projetos sociais de defesa e promoção do público infantojuvenil, que atuam na cidade e nos distritos de São Lourenço e Vidigal.

“Ocorre que muitos não sabem que, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, podem destinar uma porcentagem para as instituições que desenvolvem ações de assistência e proteção a crianças e adolescentes, sem pagar nada a mais por isso, pois a doação sai do imposto que já seria pago de qualquer forma à Receita Federal. A diferença é que o dinheiro deixa de ir para a União e permanece no próprio município. Por isso, o Imposto de Renda Solidário não é somente uma participação financeira, é uma contribuição cidadã direta, na qual o contribuinte sabe exatamente como e onde seu recurso está sendo empregado”, destaca a presidente do CMDCA, Marcilene Beatriz Hipólito de Castro.

Segundo dados da Receita Federal, menos de 3% das pessoas que poderiam fazer a doação do seu IR destinam o valor para as instituições sociais. “Pode ser por desconhecimento, falta de hábito ou por achar que se trata de um processo difícil. No entanto, é simples e rápido. Todos que optam pelo formulário de modelo completo na hora da declaração têm a possibilidade de destinar parte do imposto ao CMDCA”, explica Marcilene. A simulação pode ser feita calculando o potencial de doação baseada na declaração do ano anterior.

“Dessa forma, pela qual as pessoas podem decidir onde investir seu imposto, pedimos encarecidamente que o façam em prol das crianças e adolescentes de nossa cidade. Esse recurso é extremamente importante para os projetos sociais, ainda mais neste período tão impactado pela pandemia da Covid-19, em que houve um aumento significativo da demanda das famílias por ajuda”, enfatizou a presidente. Entre as iniciativas que podem ser beneficiadas pelo Imposto de Renda Solidário estão a Aldeias Infantis (antiga Casa Lar), APAE, ADFIC, APMI, Rainha da Paz, Sasbemc, SOS (Cemic São José), entre outras.

“No ano passado, por exemplo, com recursos de R$ 32.430,58, oriundos do Imposto de Renda Solidário, conseguimos adquirir 1.211 kits de higiene e limpeza, que foram distribuídos com o objetivo de garantir o direito à vida e à saúde de crianças e adolescentes em situação de desproteção social no município, que reforçaram as ações para contenção da disseminação do novo coronavírus”, exemplificou Marcilene. Mais informações estão disponíveis no site do Município (https://www.cianorte.pr.gov.br/conselhodacrianca/).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse