Iapar lança cultivar de mandioca para farinha e fécula

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) lança no próximo sábado (06/07) a cultivar de mandioca IPR B36, em apresentação dirigida a produtores, técnicos, dirigentes e lideranças do agronegócio. O evento será no Polo Regional de Paranavaí, a partir das 9 horas.

Destinada à obtenção de farinha e de fécula (polvilho), IPR B36 se destaca pelo bom teor de amido, explica o pesquisador Mário Takahashi, responsável pelo desenvolvimento da cultivar. Ainda como vantagem para a indústria, ele ressalta a casca delgada das raízes, condição que favorece o processamento.

QUALIDADES AGRONÔMICAS

No campo, IPR B36 se destaca pela precocidade e produtividade – chega à colheita em 10 a 12 meses no primeiro ciclo, com potencial produtivo acima de 30 toneladas por hectare. O porte das plantas, de baixo a médio, facilita os tratos culturais na lavoura.

Outro ponto positivo do novo material é o formato das raízes e sua inserção próxima à superfície. “Essas características aumentam o rendimento operacional da colheita”, explica Takahashi.

Indicada para plantio direto ou convencional, a nova cultivar é tolerante às principais doenças que afetam lavouras de mandioca e não apresenta fitotoxidade aos herbicidas registrados para a cultura.

IPR B36 é indicada para plantio em todas as regiões produtoras do Paraná, preferencialmente em terrenos com teor médio de argila inferior a 25%.

PROGRAMA

Após a solenidade de lançamento e apresentação do novo material, está prevista uma visita à estação experimental para conhecer o desempenho da cultivar IPR B36 em condições de campo.

Os interessados em participar do evento devem confirmar presença pelo telefone (44) 3423-1157 ou e-mail eventos-pvi@iapar.br.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: