Homem é preso por tráfico de influência e desobediência

Por volta da meia noite do último sábado (11), uma equipe da policial militar foi acionada a comparecer na Rua Juruá na Zona Quatro para orientar os moradores quanto a perturbação de sossego, (som alto e conversas em tom alto).

Quando a equipe se aproximava do local foi possível constatar que o som e conversa estava alto a aproximadamente 20 metros do local, que no local a equipe teve que acionar os sinais sonoros da viatura (sirene) diversas vezes para que notassem a presença da equipe no local, que posterior a equipe foi recepcionada por um homem de 32 anos, que em alto tom de voz, de forma agressiva e esnobe questionou a presença da equipe, relatando que não havia nenhum tipo de som alto no local.

Neste momento, foi solicitado a ele para baixar o tom de voz, e ele disse que não iria baixar, que ninguém faria ele fazer isso, que se quisesse era pra entrar pegar ele, xingando a equipe com palavras de baixo calão, que então equipe deu voz de prisão a ele pelos crimes de Desobediência, Desacato e Perturbação de Sossego, e tentou contê-lo, ele resistiu e disse que ninguém iria prendê-lo.

O cidadão correu então, para dentro da residência, e outras pessoas que estavam no local trancaram o portão dificultando a entrada da equipe, momento em que foi solicitado apoio de outras viaturas, e enquanto a equipe policial aguardava o apoio se apresentou a equipe um homem de 34 anos, dizendo que era para a equipe desistir de encaminhar o senhor do autor dos delitos, que então foi dito a ele que o preso seria encaminhado pelos crimes supramencionados.

Nesse instante, o homem disse em tom ameaçador, que isso não ficaria assim, mencionando ser primo de certa autoridade na cidade, que então ele também recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de influência e desobediência, por estar descumprindo o decreto nº 063 de 06 de abril 2020 o qual decreta toque de recolher após as 21h30, após chegada das demais viaturas de apoio, as equipes adentraram a residência e novamente deu voz de prisão ao autor que havia se escondido no interior da casa, que ainda questionou o motivo de seu encaminhamento, porém posteriormente acatou a ordem da equipe, e juntamente com o homem de 34 anos, proferiu novamente a seguinte ameaça, “podem encaminhar que vocês vão ver o que vai acontecer depois´´.

Diante dos fatos os autores e o aparelho eletrônico o qual caracterizou a Perturbação De Sossego, foram encaminhados a 21ª subdivisão de policial civil de Cianorte para os procedimentos de polícia judiciária.

A autoridade descrita nas ameaças por parte do homem de 34 anos encaminhado para a Delegacia, não foi divulgado por parte da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar.

Fonte: Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar

Compartilhe: