Guia da Faculdade distribui estrelas para 47 graduações da UEM

No Guia da Faculdade 2020, avaliação organizada pelo Grupo Estadão e pela Quero Educação, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) recebeu estrelas em 47 de seus cursos presenciais de graduação. Farmácia atingiu a pontuação máxima, ganhando 5 estrelas e ficando entre os cinco mais bem ranqueados cursos formadores de farmacêuticos do país. Vale lembrar que o Conceito Preliminar do Curso do Ministério da Educação (MEC) é o indicador oficial de qualidade das graduações brasileiras.

“Este ranking parece expressar que nossos cursos foram bem avaliados. No entanto, precisamos entender com mais profundidade os critérios estabelecidos para esse ranqueamento”, declara Alexandra de Oliveira Abdala Cousin, pró-reitora de Ensino da UEM. Ela informa que os coordenadores não são obrigados a responder o Guia da Faculdade, bem como reforça que não se trata de avaliação do MEC, como é o caso do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), que tem “critérios muito bem definidos, objetivos e no qual tivemos excelentes notas”.

Márcia Marcondes Altimari Samed, pesquisadora institucional da UEM, aponta que “este ranking traduz de forma coerente o que de fato é realizado pela instituição, uma vez que leva em consideração as avaliações da qualidade do projeto pedagógico, do corpo docente e da infraestrutura”. Lançado em 2019, “substituiu o Guia do Estudante, da Editora Abril, que durante algumas décadas representou um dos principais norteadores para a decisão por um curso de graduação pelos estudantes do ensino médio no país”. Portanto, para Samed “o Guia da Faculdade herda, além da reputação, a metodologia adotada pelo Guia do Estudante, que consiste na avaliação por pares”.

De acordo com o Guia da Faculdade, mais de 9 mil coordenadores de cursos superiores e professores universitários avaliaram mais de 14 mil cursos de graduação presenciais e a distância de instituições públicas e privadas brasileiras, em critérios de projeto pedagógico, corpo docente e infraestrutura. O catálogo impresso do Guia da Faculdade 2020 foi encartado na edição de ontem (25) do jornal O Estado de S. Paulo. Veja as estrelas da UEM abaixo:

CINCO ESTRELAS (1 CURSO): FARMÁCIA

“Esta avaliação é o resultado de um trabalho contínuo, árduo e incansável em atingir um ensino de qualidade pelos nossos docentes”, aponta Nelson Yoshio Uesu, coordenador da graduação em Farmácia da UEM. Ele frisa que os professores mantêm-se atualizados, inclusive realizando pós-doutorado, e participam ativamente de projetos de pesquisa, ensino e extensão, além de fazerem parte de corpo docente de Programas de Pós-Graduação. “Nosso projeto pedagógico está passando por reestruturação para melhorar ainda mais a qualidade do ensino, potencializando a participação discente nos projetos, em entidades estudantis, entre outros”.

QUATRO ESTRELAS (37 CURSOS):

Administração; Agronomia (observação: nota máxima no Enade); Agronomia (Umuarama-PR); Artes Cênicas; Bioquímica; Ciência da Computação; Ciências (Goioerê-PR); Ciências Contábeis (Cianorte-PR); Ciências Econômicas; Comunicação e Multimeios; Direito; Educação Física – Bacharelado; Educação Física – Licenciatura; Educação Física – Licenciatura (Ivaiporã-PR); Engenharia Agrícola (Cidade Gaúcha-PR); Engenharia Civil (observação: nota máxima no Enade); Engenharia de Alimentos; Engenharia de Alimentos (Umuarama-PR); Engenharia de Produção; Engenharia de Produção (Goioerê-PR); Engenharia Mecânica; Engenharia Química; Engenharia Têxtil (Goioerê-PR); Estatística; Filosofia; Geografia; História; Informática; Letras: Inglês – Licenciatura em Tradução; Matemática; Medicina (observação: nota máxima no Enade); Medicina Veterinária (Umuarama-PR); Odontologia; Pedagogia (Cianorte-PR); Química; Serviço Social (Ivaiporã-PR); e Zootecnia.

TRÊS ESTRELAS (9 CURSOS):

Arquitetura e Urbanismo (observação: nota máxima no Enade); Biomedicina; Design (Cianorte-PR); Engenharia Civil (Umuarama-PR; observação: nota máxima no Enade); Engenharia Elétrica; Física (Goioerê-PR); Moda (Cianorte-PR); Psicologia; e Secretariado Executivo Trilíngue.

Fonte: Matheus Teixeira – Assessoria de Comunicação Social da Universidade Estadual de Maringá

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse