Governo entrega obra e garante recursos para Cianorte

miquele04

O governo do Paraná entregou ontem (9), em Cianorte, Noroeste do Paraná, a nova sede da 13ª Regional de Saúde. O prédio foi reformado e ampliado, ganhando mais espaço para abrigar setores administrativos e a unidade regional da Farmácia do Paraná. O investimento foi de mais de R$ 1,1 milhão em recursos próprios do governo estadual.

O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, anunciou a ampliação do repasse de incentivos estaduais ao Hospital São Paulo, à Santa Casa de Cianorte e ao Consórcio Intermunicipal de Saúde, que administra o Centro de Especialidades e o Banco de Sangue da região. O volume de recursos extras ultrapassa R$ 3,2 milhões ao ano. O secretário foi acompanhado do prefeito de Cianorte, Claudemir Bongiorno, e do deputado estadual Jonas Guimarães, que também assinaram documentos e participaram da inauguração.

“Os investimentos demonstram o compromisso do governador Beto Richa em direcionar os recursos para as regiões que mais precisam. O objetivo é fortalecer as estruturas que já existem e ampliar o atendimento à população, lembrando sempre de manter a qualidade dos serviços”, disse o secretário.

Dos recursos, R$ 1,2 milhão são repasses do Governo do Estado para a prefeitura aplicar em serviços de média e alta complexidade. Com isso, será possível ampliar a oferta de consultas, exames e outros procedimentos pela rede pública de saúde. “Trata-se de um aporte extra que nenhum Estado faz”, ressaltou Caputo Neto, informando que, ainda nesta semana, mais de R$ 500 mil já serão depositados na conta da prefeitura.

SANTA CASA – Outros R$ 480 mil por ano dizem respeito ao reajuste do apoio do governo estadual, por meio do programa HospSUS, para a Santa Casa de Cianorte. O valor repassado pelo Estado para auxiliar no custeio da unidade passa de R$ 70 mil para R$ 110 mil. O recurso serve de apoio para a manutenção do atendimento de urgência e emergência, beneficiando pacientes de Cianorte e mais 10 municípios.

Com 101 leitos gerais, sendo 10 de UTI, a Santa Casa destina cerca de 90% dos seus atendimentos para o SUS. São 400 internações e 260 cirurgias eletivas e de urgência por mês. Somente no pronto socorro, passam em média 2,4 mil pacientes por mês.

De acordo com o presidente da entidade mantenedora da Santa Casa, Gilmar Célio, o apoio do Estado tem sido fundamental para que a unidade equilibre as contas e amplie a capacidade de atendimento. “Sem dúvida, sem esse apoio corríamos o risco de fechar as portas e suspender o atendimento pelo SUS”, enfatizou.

O secretário da Saúde visitou, também, o Hospital São Paulo, referência da Rede Mãe Paranaense. A maternidade, que conta com 47 leitos, realiza em torno de 130 partos mensais, tanto de risco intermediário quanto de risco habitual.

Assim como a Santa Casa, o Hospital São Paulo também recebe recursos do programa HospSUS. “Fazemos parte da estratégia de qualificação do parto. Por isso, o Estado repassa um incentivo extra por cada parto realizado, o que nos ajuda no custeio dos serviços”, disse o administrador do hospital, Elvis Perussi.

miquele03REGIONAL DE SAÚDE – As melhorias na sede da 13ª Regional de Saúde permitem que o prédio tenha agora condições de acessibilidade, com um elevador moderno para uso dos servidores, gestores, usuários e demais pessoas que circulam pela regional. Houve intervenções também no auditório, nas salas administrativas e na Farmácia do Paraná, que já tinha sido aberta ao público no ano passado.

Para a diretora da 13ª Regional de Saúde, Adriana Batista, a nova sede marca o amplo processo de reestruturação dos prédios da Saúde na região. “Nossos servidores terão mais conforto para desenvolverem suas funções. Também no ano passado, reestruturamos o banco de sangue, que pôde ampliar o número de captações”, ressaltou.

CENTRO DE ESPECIALIDADES – Em reunião com o prefeito de Cianorte, Claudio Bongiorno, o secretário da Saúde assegurou que será incluído no orçamento do ano que vem a construção do novo Centro de Especialidades da região. O terreno será cedido pela prefeitura e fica ao lado da Unidade de Pronto Atendimento, que deverá ser inaugurada nos próximos dias.

“Queremos criar um grande complexo de saúde, com o pronto atendimento 24 horas e o centro de especialidades em um mesmo terreno. Quem ganha com isso é a população, que não precisará se deslocar para ser atendido de forma adequada”, informou o prefeito de Cianorte.

Foi entregue, ainda, um aparelho de ultrassom para o município de Tapejara e kits de equipamentos de Urgência e Emergência para hospitais de Cianorte, Cidade Gaúcha e Tuneiras do Oeste. Também foi anunciado a ampliação do repasse de custeio ao Consórcio Intermunicipal de Saúde. O valor subiu de R$ 23 mil para R$ 56 mil por mês.

Texto : AE-PR / Fotos: Juliano Secolo/Folha

Compartilhe: