Governo e Nações Unidas buscam boas práticas de sustentabilidade nos órgãos públicos


Até o próximo dia 23, a Organização das Nações Unidas (ONU) juntamente com o Ministério do Meio Ambiente (MMA) receberão inscrições para o mapeamento de experiências positivas em sustentabilidade que possam inspirar boas práticas na gestão pública. O processo faz parte da Agenda Ambiental na Administração Pública.

De acordo com o edital, podem ser inscritas iniciativas em execução ou finalizadas, que apresentem resultados positivos concretos. Ao todo, são 11 áreas temáticas: uso racional da água, da energia e eficiência energética, da madeira; tecnologia aplicada à sustentabilidade; tecnologia de equipamentos; gestão de resíduos sólidos; uso do papel; qualidade de vida dos servidores; mobilidade; compras/licitações sustentáveis e construções sustentáveis.

O objetivo é fazer um levantamento de atividades, projetos e políticas que cortem gastos e tornem processos mais eficientes, enquanto protegem a natureza. As 20 melhores práticas de cada tema serão divulgadas para gestores públicos dos 5.570 municípios brasileiros.

PROPOSTAS

Iniciativas já implantadas no Executivo, Legislativo e Judiciário, nas esferas municipal, estadual e federal, bem como instituições de ensino e pesquisa, empresas públicas e privadas, cooperativas e organizações não governamentais podem ser inscritas.

As propostas serão avaliadas de acordo com os impactos ambientais, sociais e econômicos por meio de 15 indicadores, que vão desde o ciclo de vida dos produtos utilizados, nível de emissão de carbono na implementação até o nível de participação social e custo para descarte do resíduo gerado. Acesse o edital e confira todas as informações.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da ONU e do MMA

Compartilhe: