FGTS como garantia de consigado deve liberar mais de R$ 120 bi em crédito


Mais de R$ 120 bilhões devem ser liberados em empréstimos depois de mudanças no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), segundo o Ministério do Trabalho. Com regras novas, será possível usar o saldo do fundo como garantia em operações de crédito consignado.

Com as novas regras, é possível usar os recursos do fundo como garantia em operações de crédito consignado: 10% do saldo da conta e do total dos 40% da multa em caso de demissão sem justa causa. Essa linha de financiamento já pode ser acessada por 37 milhões de trabalhadores com carteira assinada, recursos que podem ser usados de acordo com o que cada consumidor necessitar.

O Ministério do Trabalho explicou ainda que atualmente há saldo total de R$ 373 bilhões em contas ativas do FGTS. Com esse valor, é possível gerar garantia para R$ 37,3 bilhões em operações. Além disso, como 60% das demissões ocorrem sem justa causa, deve ser gerada uma garantia adicional de R$ 89,5 bilhões.

Fonte: Governo federal, com informações do Ministério do Trabalho / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom – Agência Brasil

Compartilhe: