Estão abertas as inscrições para workshop de enfrentamento ao trabalho infantil

workshop-trabalho-infantil

O auditório da Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (ACIC) sedia nesta quinta-feira (14), das 8h às 17h30, o workshop ‘Trabalho infantil e o papel da Rede de Proteção’ que oferecerá capacitação aos profissionais do município que atuam na rede socioassistencial a respeito de técnicas e políticas para combater o problema, bem como realizará a articulação intersetorial para a criação de protocolos e fluxos de atendimentos. As inscrições podem ser realizadaspelo site da Prefeitura de Cianorte (banner da página principal) até esta terça-feira (12) ou, presencialmente, no dia do evento.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Marlene Benalia Bataglia, a iniciativa busca contribuir no enfrentamento e prevenção do trabalho infantil com base nas diretrizes das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). “A formação é necessária, principalmente, devido às mudanças recentes da legislação a respeito das atribuições e funções de cada um dos profissionais. Acreditamos que esse encontro contribuirá para que consigamos melhorar ainda mais o serviço ofertado”, pontua.

Além de debates, o workshop organizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, contará com a palestra de Marly Correia Faria Bavia, assistente social especialista em Gestão de Políticas Sociais com Centralidade na Família, que abordará desde a conceituação de trabalho infantil até as metodologias de trabalho para coibí-lo. “É um assunto que interessa profissionais da Assistência, da Saúde, da Educação, membros do poder judiciário, de conselhos, representantes de entidades, enfim, a sociedade civil como um todo”, convida Marlene. A participação é gratuita.

CONCIENTIZAÇÃO – Simultaneamente ao trabalho com os profissionais responsáveis por atender e identificar os casos de exploração do trabalho infantil, as Secretarias de Assistência Social e de Educação e Cultura iniciaram uma campanha de conscientização com as crianças e adolescentes. Para isso, as equipes tratam do assunto nas escolas municipais, por meio de palestras com o auxílio de desenhos pedagógicos, distribuição de cartilhas informativas, músicas e debates. Até o momento, os alunos das escolas Dom João Bosco e Vicente Machado já participaram. A iniciativa continua em 2018. (Fonte: ASCOM PMC)

Compartilhe: