Estado quer ampliar trâmite digital de documentos e reduzir burocracia

O Governo do Paraná está criando um grupo de trabalho para levar o Sistema de Protocolo Integrado (e-Protocolo) a todos os órgãos estaduais. Com isso, os documentos emitidos e recebidos pelo Estado passarão a ser digitalizados. A medida tem o propósito de diminuir a burocracia e dar mais agilidade à administração pública, além de permitir um maior controle dos cadastros e a redução do trâmite dos documentos físicos.

A decisão de formar uma equipe operacional para cuidar do assunto foi anunciada nesta terça-feira (31), no Palácio Iguaçu, durante reunião da governadora Cida Borghetti com secretários e dirigentes de empresas públicas. “Com o esforço e integração de todas as secretarias, o Paraná avança para otimizar seus processos e diminuir a burocracia da máquina pública”, afirmou a governadora.

O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros, explicou que esta é mais uma etapa do Governo Digital, que tem o compromisso de levar os serviços do Estado para mais perto da população. “A digitalização dos processos trará mais facilidade e permitirá que as ações do governo ocorram com velocidade, eficiência e a um custo muito mais baixo”, disse Barros.

O grupo será formado por servidores das secretarias da Administração e Previdência, do Planejamento e Coordenação Geral, da Educação e da Saúde, além da Casa Civil, Celepar, Polícia Militar, Procuradoria-Geral do Estado, Detran e Paraná Previdência. A equipe vai definir os parâmetros para que o sistema e-Protocolo, que já atende algumas áreas do Estado, seja implantado em toda a estrutura de governo.

Barros explicou que o protocolo é o primeiro passo do relacionamento de qualquer pessoa, física ou jurídica, com o Estado. “O e-Protocolo é uma peça fundamental no processo de informatização, pois vai centralizar eletronicamente os protocolos de tudo aquilo que o cidadão precisa que o governo faça. É um processo que precisa ser feito eletronicamente”, afirmou.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Na reunião também foi apresentado um balanço da viagem da governadora Cida Borghetti aos Estados Unidos no início de julho. A comitiva paranaense participou de reuniões com o Banco Mundial (Bird), com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e de um fórum promovido pelas Nações Unidas para acompanhar os avanços dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Reconhecido pela ONU como uma referência na aplicação dos ODS, o Paraná poderá se tornar um eixo internacional da Agenda do 2030, se estabelecendo com um centro de convergência de disseminação e implantação das metas de desenvolvimento sustentável no Brasil. “Poucos lugares do mundo tem esta indicação da ONU como uma referência, para onde convergem os demais territórios na busca de informações e exemplos”, explicou Silvio Barros.

A ideia, de acordo com o secretário do Desenvolvimento Urbano, é que o Estado avance no alcance das metas das Nações Unidas. Todas as secretarias e órgãos estaduais vão trabalhar de forma integrada para atingir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Fonte: Agência Estadual de Noticias do Paraná

Compartilhe: