ENTENDA O QUE É IMPLANTE COM CARGA IMEDIATA

A perda dos dentes ainda é um problema que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, e apresenta uma relação direta com distúrbios mastigatórios, gastrointestinais, envelhecimento facial e ainda prejudica o relacionamento social.

A perda de um ou mais dentes, provoca uma série de consequências de ordem funcional na oclusão, deficiência na mastigação, comprometimento estético e diminuição da auto-estima.

Implante com carga imediata é a técnica pela qual se colocam próteses imediatamente após a cirurgia ou até 3 dias depois da instalação do implante. As próteses utilizadas na carga imediata são temporárias e devem ser substituídas após algum tempo.

Só é possível planejar a carga imediata quando o diagnóstico do dentista aponta uma excelente estabilidade inicial na fixação do implante de titânio ao osso. Este diagnóstico é feito após uma rigorosa avaliação e estudo do caso clínico.

O Implante de Carga Imediata permite o uso de prótese provisória sobre o pino de titânio, o que torna o período de osseointegração (três a seis meses em média) bem mais confortável, possibilitando conforto, segurança e com excelente resultado estético já no início do tratamento.

O primeiro passo será realizar uma cirurgia para colocação do pino de implante. Logo após a cirurgia, instalamos uma prótese provisória para manter o equilíbrio funcional da mastigação.

Vantagens da Carga imediata com implantes:

– O processo de osseointegração ocorre normalmente;

Muitas vezes, evitamos os enxertos;

– Não há uma longa espera para a colocação da prótese;

– O paciente espera a osseointegração com uma prótese provisória (dentes instalados), e em alguns casos pode ser realizada uma prótese definitiva;

– Não há problemas estéticos pela ausência dentária ou utilização de prótese removível.

Sem dúvida os implantes dentários são a melhor opção para repor dentes perdidos ou se ver livre das próteses removíveis. É importante esclarecer que esses tratamentos e os períodos podem ser variados, dependendo do diagnóstico, tipo dos implantes escolhidos, da quantidade e qualidade do osso.

Compartilhe: