Encontro internacional discute soluções para RMs

Seminário Internacional de Governança Metropolitana COMECA governadora em exercício Cida Borghetti e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, participaram nesta quinta-feira (22) do Seminário Internacional sobre Governança Metropolitana, que reúne, em Curitiba, gestores públicos que atuam nas regiões metropolitanas de todo o Brasil.

O seminário vai até a amanhã (23) e é promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano, por meio da Coordenadoria da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os gestores debatem as experiências nacionais e internacionais na gestão metropolitana, financiamentos e instrumentos de desenvolvimento regional integrado e o Estatuto da Metrópole, sancionado em janeiro deste ano.

“A conurbação das cidades é inevitável, por isso precisamos pensar em políticas públicas que atendam as cidades em seu conjunto, principalmente os municípios menores que se desenvolvem no entorno de uma métropole”, afirmou a governadora em exercício. “São várias ações e serviços públicos que podem ser desenvolvidos em conjunto nas regiões metropolitanas, em áreas como saneamento, saúde, iluminação pública, transporte”, ressaltou Cida.

O ministro das Cidades destacou o papel das regiões metropolitanas para a busca coletiva de soluções de problemas que afetam os grandes municípios. “Esta iniciativa é muito importante em um momento em que as cidades precisam estar articuladas para pensar o planejamento urbano em conjunto. O planejamento urbano é o principal instrumento para o crescimento organizado das cidades”, afirmou Kassab.

ESTATUTO DA METRÓPOLE – O secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior, disse que o Paraná é o primeiro estado a promover um debate sobre as regiões metropolitanas após a sanção do Estatuto da Metrópole. “Todos os estados brasileiros precisam se adequar à nova lei, que dá uma nova regulamentação às regiões metropolitanas, em especial nos grandes centros. A ideia deste seminário é trazer as experiências de outras partes do mundo para poder adequar a nova lei à realidade das regiões metropolitanas do Paraná e planejar as ações dessas áreas para os próximos 20 ou 30 anos”, ressaltou.

Além de Curitiba, o Paraná conta com as regiões metropolitanas em Londrina, Maringá e Cascavel. Constituída por 29 municípios, a Região Metropolitana de Curitiba é a oitava mais populosa do País, com mais de 3,2 milhões de habitantes – cerca de 30% da população do Paraná – e a segunda maior em extensão, com aproximadamente 16,5 mil quilômetros quadrados.

O Brasil conta hoje com 65 regiões metropolitanas, três Regiões Integradas de Desenvolvimento e uma aglomeração urbana, onde vive metade da população brasileira, cerca de 109 milhões de habitantes. Mesmo com uma área que corresponde a 2% do território nacional, essas localidades concentram 60% do Produto Interno Bruto do País.

Texto: AE-PR / Foto Jonas Oliveira/AEMPr

Banner Edplants, Acesse

Be the first to comment on "Encontro internacional discute soluções para RMs"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*