Embaixada dos EUA doa equipamentos para as forças policiais que atuam nas fronteiras

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil doou ao Paraná quatro toneladas de equipamentos para unidades da Polícia Militar que atuam na tríplice fronteira. São itens para uso em operações de prevenção e combate à criminalidade e, também, voltados para treinamento, capacitação e tecnologia. A entrega dos materiais terá início em julho e se concretizará em setembro deste ano.

De acordo com o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, que se reuniu com embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, em Foz do Iguaçu, na semana passada, esse apoio será fundamental, principalmente para o serviço do Batalhão de Fronteira da Polícia Militar (BPFron), mas também para o Grupo Tigre, da Polícia Civil, e a Polícia Federal, entre outros grupos das forças policiais do Estado.

“A chegada deste material vai complementar a capacitação, a tecnologia, o armamento e os equipamentos já utilizados em todos os projetos que a Secretaria da Segurança Pública já desenvolve na região de fronteira”, destacou Marinho.

Entre os materiais doados constam equipamentos de treinamento e cursos desenvolvidos a partir dessa parceria, incluindo bonecos para primeiros socorros, simulador de ferimentos para Atendimento Pré-Hospitalar (APH) de combate, simulacros de carabinas e pistolas, software de simulação de tiro, munição de treinamento, óculos de proteção e abafadores eletrônicos, entre outros.

Também foram doados itens para uso em operações, como placas balísticas, coletes modulares, binóculos, visores termais, rádios comunicadores, espelhos para inspeção veicular, kits para Atendimento Pré-Hospitalar (APH), algemas, mochilas, lanternas e outros materiais que contribuirão para o trabalho dos policiais militares.

O recebimento destes materiais é fruto de uma parceria do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) com a Embaixada e consulados dos EUA. De acordo com o secretário, os bons resultados obtidos pela unidade policial no enfrentamento dos crimes transfronteiriços nos últimos anos têm contribuído para a segurança da população paranaense.

REUNIÃO

Durante a reunião, que ocorreu no Centro Integrado de Operações de Fronteira (CIOF), foi firmado, ainda, compromisso de cooperação mútua para compartilhamento de informações visando o combate à criminalidade. Também participaram o delegado de Polícia Federal Emerson Antônio Rodrigues e o comandante do Batalhão de Polícia de Fronteira (Bpfron), major André Cristiano Dorecki.

Estiveram presentes no encontro representantes do Departamento Federal de Investigação (FBI), da Polícia Federal, Polícia Civil do Paraná e de Santa Catarina, Polícia Militar do Paraná, Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR), integrantes da comissão de trabalho da Secretaria da Segurança Pública e Guarda Municipal de Foz do Iguaçu.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Banner Edplants, Acesse