Em dose dupla, Ponta Grossa leva título do Festival Paranaense de Handebol

Com uma campanha impecável, as equipes do Colégio Marista Pio XII/Ponta Grossa “A” comemoraram o título das categorias sub-10 e sub-12 do Festival Paranaense de Handebol, tornando-se pentacampeões da principal competição das categorias menores no Paraná. E de quebra ainda levou a medalha de bronze (10 anos) e a 9ª colocação (12 anos) com os selecionados “B”.

A dobradinha no pódio foi muito comemorada pela delegação, que contou com o reforço dos pais dos atletas, que vieram acompanhar seus filhos na disputa. O técnico Sandro Alves de Lara destacou o feito audacioso conquistado na cidade de Astorga. “Ralamos muito para chegar até aqui! Esse pentacampeonato nas duas categorias tem um gostinho ainda mais especial por termos conseguido esse feito aqui em Astorga, cidade em que conquistamos o primeiro título”, ressaltou Lara, acrescentando: “Trabalhamos o ano todo para chegar ao Paranaense, às vezes as pessoas não têm ideia do quanto esses atletas se dedicam aos treinos, o quanto trabalhamos buscando a melhoria técnica e tática deles, então, quando chegamos ao final do ano com essas conquistas é uma consagração de tudo que fizemos para chegar aqui. Agora vamos comemorar muito para depois reiniciar o trabalho, a fim de conseguir tentar fazer mais uma dobradinha no próximo ano”, frisou.

O profissional destaca o nível da competição, aspecto que tem feito a cada edição aumentar a participação de forma expressiva, tendo esse ano um incremento de 17 novas equipes à disputa. “Têm equipes muito boas competindo, de várias regiões do Estado, o que melhora cada vez mais o nível da disputa. Neste contexto, sermos campeões é muito gratificante, nos enche de orgulho, bem como mostra que o trabalho está sendo bem desenvolvido. Quem trabalha com as categorias de base sabe o quanto é complicado, o quanto é difícil, por isso é recompensador quando conseguimos atingir nosso objetivo”, afirma o treinador, agradecendo a Liga de Handebol do Paraná por promover uma competição envolvendo essas categorias.

RESULTADOS

Com o apoio dos pais e a energia da arquibancada, a seleção mini (10 anos) superou por 20 a 10 o elenco da AGH/Goioerê/Goioesporte, mantendo o caneco de ouro em casa. Em 2017, o time goioerense retornou ao cenário estadual de competições fazendo dobradinha no pódio com o 3º lugar (sub-10 e sub-12). Neste ano, em clima de revanche, o elenco encontrou na final os ponta-grossenses, que tiraram eles da decisão no ano passado, mas, apesar do bom desempenho em quadra, não conseguiram parar o ataque adversário. “Evoluímos muito, mas infelizmente Ponta Grossa continua um pouco acima da gente, tanto tecnicamente como fisicamente. Preciso trabalhar mais para melhorar meus atletas. Estamos no caminho certo, com uma boa estrutura, vamos continuar treinando com foco no mesmo objetivo para quem sabe alcançar essa tão sonhada medalha de ouro”, declarou o técnico goioerense Edinaldo Rodrigues da Silva, agradecendo aos pais e ao Poder Público Municipal pelo apoio recebido.

Na mesma categoria, a equipe ponta-grossense “B” faturou a medalha de bronze ao vencer, por 13 a 03, o elenco AGH/Projeto Escola Campeões/Guarapuava. O coordenador de esportes do Colégio Marista Pio XII, Michel Cassou, destaca a importância que o esporte tem na vida das crianças e os valores aprendidos. “Chegar nesse resultado representa o desenvolvimento de um trabalho e nos mostra que estamos em um caminho muito bom. Para os alunos é muito importante essa vivência que o esporte proporciona, que a gente sabe que agrega valores que vão além da sala de aula. Nesse ambiente de competição eles aprendem outras questões como responsabilidade, saber lidar com a pressão, com a derrota, com a vitória, além do respeito ao próximo e ao atleta adversário, aspectos muito importantes para os pais, para as crianças e a gente mostra o trabalho que vem sendo feito com muito carinho”, enfatizou Michel.

Para coroar a participação do elenco na disputa, o camisa 38 Matheus Meira de Souza foi eleito atleta destaque da partida e dividiu a artilharia do jogo com seu conterrâneo Giorgio de Macedo Frasson, cada um marcou cinco gols.

Ao passo que o time ponta-grossense mirim (12 anos) atropelou a Prefeitura de Arapongas/Semesp, deixando os rivais quase sem reação, ganhando de goleada por 27 a 12. “Pra nós essa medalha de prata é uma conquista com gosto de 1º lugar, porque é uma equipe nova, começamos a trabalhar nesse ano e já somos a segunda melhor equipe do Estado. Falei para eles que não precisam ficar tristes, vamos batalhar pra ficar em 1º no próximo, tudo o que eles fizeram em quadra me deixou muito orgulhoso. Aliado a isso, a presença dos pais foi maravilhosa, incentiva essas crianças a continuarem no esporte e nós a darmos sequência ao trabalho”, exaltou o professor Levi Xavier.

Na decisão de 3º lugar mirim, a Prefeitura de Mandaguaçu ganhou com vantagem de 10 bolas sobre os adversários da Fecam/AhandeCam/Campo Mourão, fechando o placar em 24 a 14. Em sua primeira participação no Paranaense, os mandaguaçuenses terminaram entre as melhores seleções sub-12 do Estado. “É uma felicidade muito grande, uma conquista que nos enche de orgulho. Essa é uma equipe nova, resultado de um trabalho que estou realizando há três anos e que agora começa a colher frutos”, disse a técnica Fernanda Alvarez Bocchi.

Para ver a cobertura fotográfica da competição acesse o Flickr da Paraná Handebol. Para mais informações sobre os eventos promovidos pela Liga de Handebol do Paraná, os interessados podem conferir no Facebook (paranahandebolhpr), no Twitter (@paranahandebol) ou no Instragram (@parana_handebol).

O Festival Paranaense de Handebol conta com o apoio da Prefeitura de Astorga, através do Departamento de Esportes, da Federação Internacional de Handebol (IHF), da Confederação Brasileira de Handebol, da Secretaria do Estado do Esporte e do Turismo (SEET) e da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH).

Confira a classificação final do naipe masculino no Festival Paranaense de Handebol:

Sub-10

1º Colégio Marista Pio XII/Ponta Grossa “A”

2º AGH/Goioerê/Goioesporte

3º Colégio Marista Pio XII/Ponta Grossa “B”

4º AGH/Projeto Escola Campeões/Guarapuava

5º Prefeitura de Cambé

6º Astorga Handebol

7º Prefeitura de Mandaguaçu

8º AC5/Cascavel/ACH

9º Promec/Seju/Sarandi

Desc Jussara Handebol

Sub-12

1º Colégio Marista Pio XII/Ponta Grossa “A”

2º Prefeitura de Arapongas/Semesp

3º Prefeitura de Mandaguaçu

4º Fecam/AhandeCam/Campo Mourão

5º Prefeitura de Cambé

6º Colégio Bittencourt/Prefeitura de Marialva

7º Astorga Handebol

8º AGH/Goioerê/Goioesporte

9º Colégio Marista Pio XII/Ponta Grossa “B”

10º Promec/Seju/Sarandi

11º Handebol/Alto Paraná/DDC/FBB

12º Prefeitura de Maringá/Cesumar/Cerhand-UEM

13º AC5/Cascavel/ACH

Desc Município de Bom Sucesso

Fonte: Jaqueline Galvão – Assessoria de Imprensa da Liga Paranaense de Handebol

Compartilhe: