Em Cianorte, Dia D conscientiza a respeito da inclusão profissional

Evento, nessa sexta-feira (27), contou com a presença de empresas locais e abordou a inserção de pessoas com deficiência e reabilitados do INSS no ambiente corporativo

Pessoas com deficiência e os reabilitados do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) tiveram, na manhã dessa sexta-feira (27), a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho facilitada. Isto porque, a Agência do Trabalhador de Cianorte participou do movimento nacional – proposto pela Secretaria Estadual da Justiça, Família e Trabalho – denominado Dia D, que buscou promover a inclusão profissional deste público. O evento, que contou com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, aconteceu durante toda a manhã e reuniu representantes de dez empresas do município, que disponibilizaram inúmeros postos de trabalho.

“O objetivo deste momento é estreitar o contato dos recrutadores com as pessoas que se encaixam nesse perfil e, assim, incentivar eventuais contratações”, alegou o gerente da Agência, Roberson Morales, durante a abertura. Segundo ele, em Cianorte sempre há vagas para este público. “Desde que a norma, conhecida como Lei de Cotas, que obriga empresas com mais de 100 funcionários a admitir uma porcentagem mínima de pessoas com deficiência, foi criada, as oportunidades de emprego aumentaram muito, sendo que frequentemente temos oferta de cargos aqui na agência”, informou.

“É importante destacar os benefícios que essa inclusão proporciona, não apenas para os indivíduos contratados, que se sentem valorizados, como também para os demais colaboradores das empresas que, diariamente, comprovam a capacidade desses profissionais. Para isso, basta que eles sejam enquadrados em funções que considerem as suas limitações e valorizem as suas habilidades”, enfatizou o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Wanderley Fernandes, na oportunidade acompanhado pela coordenadora de Turismo, Ângela Carvalho.

Participaram do Dia D, em Cianorte, as empresas: Avenorte, Baterias Júpiter, Ciapetro, Hospitais São Paulo e Santa Casa, PL, Instituto Mafra, Lavinorte, Ossovale, Seralê e Totvs.Quatro pessoas procuraram pela Agência e foram encaminhadas para processos seletivos. O gerente Roberson reforçou que “vagas destes tipos estão disponíveis durante o ano todo. Caso alguém não tenha conseguido comparecer, ainda pode nos procurar”, disse. O órgão atende na Avenida Paraná, 510.

Também estavam presentes: a chefe do Escritório Regional da Secretaria Estadual da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Adriana Macedo Águila e o técnico da pasta, Sidnei Rodrigues de Souza; o presidente do Conselho dos Ministros Evangélicos de Cianorte (Comec), pastor Jonny Sandro Ferreira e a coordenadora da educação especial da Secretaria Municipal de Educação, IldimanBerbet da Silva.

APRESENTAÇÕES

Para sensibilizar os recrutadores das empresas quanto às potencialidades das pessoas que apresentam algum tipo de limitação – seja ela visual, auditiva, mental, física ou múltipla – houve a apresentação de um grupo de crianças da APAE que participam de uma oficina cultural; e do pequeno Richard Prudente dos Santos, de 11 anos que, acompanhado da mãe Vanessa Pereira dos Santos, contou aos presentes a respeito dos desenhos realistas que tem feito há pouco tempo mas que já o tornaram o primeiro aluno da Rede Municipal a frequentar a sala de altas habilidades.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe: