Edital disponibiliza R$ 1,5 milhão para consolidar os Núcleos de Inovação Tecnológica

Financiar a manutenção e a consolidação dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) já existentes no Paraná, com capacitação das equipes e apoio em um processo de evolução para a transformação em Agências de Inovação (AGIs). Esse o objetivo da chamada pública lançada pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Araucária e a Superintendência da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O recurso disponível no edital é de R$ 1,5 milhão. O lançamento foi segunda-feira (24), em solenidade online, quando houve, também, a posse do Comitê de Área de Inovação da Fundação Araucária.

A submissão eletrônica das propostas via plataforma Sparkx poderá ser feita até 28 de junho de 2021 e o resultado final do edital será divulgado a partir de 20 de agosto. Mais informações sobre a chamada pública em www.fappr.pr.gov.br – Programas Abertos.

“Essa iniciativa é uma ação articulada entre a Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a Fundação Araucária e a Superintendência Geral de Inovação com as universidades estaduais, federais e privadas, que têm no DNA e a pesquisa e a tecnologia”, disse o superintendente da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

O diretor científico, tecnológico e de inovação da Fundação Araucária, Luiz Márcio Spinosa, lembrou que as Agências de Inovação, para as quais podem evoluir os NITs, são responsáveis por parte da relação entre as universidades e empresas.

“Elas podem orientar, assessorar, apoiar e gerir atividades direcionadas ao processo de consolidação da cultura da inovação por meio da prospecção tecnológica, proteção intelectual, empreendedorismo, transferência de tecnologia e gestão dos ativos tecnológicos e do capital intelectual”, disse.

Cada proposta institucional poderá ser financiada em até R$ 100 mil para instituições de ensino superior e até R$ 50 mil para institutos de pesquisa.

“O Paraná possui mais de 20 mil doutores, e destaco a importância do papel deles e das instituições de pesquisa e pós-graduação, porque mais de 90% das empresas que se inscrevem nos nossos projetos, editais e chamadas públicas voltados à inovação, são ligadas de uma forma ou outra às nossas universidades”, afirmou o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig. “São projetos que promovem ou agregarão em algum momento riqueza, emprego e renda para o Estado”.

POSSE

No evento também foi dada a posse aos integrantes do Comitê de Área de Inovação da Fundação Araucária. O coordenador do Comitê, professor Camilo Freddy Mendoza Morejon, confirmou o compromisso com uma atuação proativa e participativa nas ações estratégicas relacionadas à inovação e no âmbito da Fundação Araucária. “Teremos grandes desafios e não mediremos esforços para contribuir com a consolidação da inovação no Paraná”, afirmou.

LANÇAMENTO

Participaram do evento o superintendente-geral de Inovação, Henrique Domakoski; reitores, vice-reitores, pró-reitores de pesquisa e pós-graduação e de extensão e cultura e coordenadores dos Núcleos de Inovação Tecnológica das universidades públicas e privadas do Paraná; além de integrantes do Comitê de Área de Inovação da Fundação Araucária.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse